falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

Startup carioca de IoT e IA recebe aporte de R$ 12 milhões de fundo gestor de IoT - Consecti

Startup carioca de IoT e IA recebe aporte de R$ 12 milhões de fundo gestor de IoT - Consecti

Notícias
14 abril 2022

Startup carioca de IoT e IA recebe aporte de R$ 12 milhões de fundo gestor de IoT

A Indicator Capital, gestora brasileira de venture capital early-stage, anunciou o 5º aporte realizado por meio do Fundo Indicator 2 IoT, maior fundo de Internet das Coisas da América Latina.

O investimento de R$ 12 milhões foi feito na SYOS, startup carioca que desenvolveu uma plataforma de gestão da cadeia de frios para o varejo alimentar brasileiro. Por meio de IoT e Inteligência Artificial (IA), ela otimiza a operação dos refrigeradores, garantindo a qualidade dos produtos em uma era que o consumidor está cada vez mais preocupado com sua saúde.

A startup traz disrupção a um mercado (refrigeração comercial) que passou ao largo da transformação digital, até o momento, e quer ser reconhecida como referência na gestão do frio alimentar, item fundamental para varejistas e consumidores. Por meio de metodologia proprietária, usando sensores sem fio e alarmes inteligentes, sua plataforma garante aos varejistas que todos os produtos estejam sempre na temperatura certa, prevenindo perdas, garantindo a qualidade dos produtos e, como consequência, aumentando vendas.

A solução pode ser facilmente instalada em qualquer equipamento, sem a necessidade de investimento, obras ou contratação de novos funcionários. A tecnologia é comercializada no modelo SaaS (Software as a Service) + HaaS (Hardware as a Service), com cobrança por equipamento monitorado (refrigeradores e câmaras frias).

O foco nas PMEs fez a diferença para o inivestimento. O monitoramento do frio é obrigação de qualquer varejista alimentar, de acordo com as portarias da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), mas ainda é feita manualmente ou até mesmo negligenciada por grande parte das empresas. A aplicação do frio na conservação de alimentos é fundamental para a diminuição da reatividade química e da atividade enzimática, bem como a inibição, multiplicação e atividade dos microrganismos.

Segundo Paulo Lerner, CEO da SYOS, o rigor da legislação no que se refere à qualidade dos alimentos tende a aumentar, dado o volume de pessoas que adoecem pela ingestão de produtos malconservados. Já existem iniciativas de políticas globais que apoiam a exigência de comprovação de boa manutenção da qualidade do alimento e sua conservação sob determinadas temperaturas.

“Vimos a oportunidade enorme de inovar nesse mercado de sistemas de refrigeração, para contribuir para a preservação da saúde da população, a redução do desperdício e a otimização dos equipamentos, com uma tecnologia de fato disruptiva e que vai impactar a vida de todas as pessoas. Frio alimentar é coisa séria e não existe alimento de qualidade e saudável sem a conservação adequada”, explica Lerner.

A equipe da Indicator auxiliará a startup a se conectar com players estratégicos no setor de varejo e IoT e com clientes finais, no fortalecimento do time, na governança e na estratégia de mercado, atuando em conjunto com a SYOS e alocando um ‘operating partner’ que trabalhará em contato mais próximo e diário com a empresa. Expectativa é que a solução chegue, ainda em 2022, a mais de 200 supermercados brasileiros. Objetivo é ter 5% do setor varejista em 2023.

Fonte: Convergência Digital