falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

Startup brasileira investe R$ 1 milhão em criação de metaverso Myland usando software da Autodesk - Consecti

Startup brasileira investe R$ 1 milhão em criação de metaverso Myland usando software da Autodesk - Consecti

Notícias
15 julho 2022

Startup brasileira investe R$ 1 milhão em criação de metaverso Myland usando software da Autodesk

Imagine um imenso empreendimento imobiliário formado por três torres com um total de 10 mil unidades – incluindo apartamentos residenciais, unidades comerciais, marketplace de serviço e lazer. Este local existe e compõe o metaverso Myland, criado pela startup brasileira Mint Studios, empresa especializada em visualização 3D e criação de mundos virtuais. Batizado de Gênesis e com um investimento de R? 1 milhão, este é o primeiro projeto de NFT do Myland na rede Ethereum, cuja modelagem do metaverso e dos avatares customizados foi criada por meio do software 3Ds Max da Autodesk, um programa de modelagem tridimensional com grande realismo de detalhes que permite renderização de imagens, animações e efeitos visuais, solução carro chefe da multinacional americana.

Segundo os sócios da Mint Studios, Leonardo Bartz e Julia Svaiter, um dos fatores mais explorados no desenvolvimento do Myland são as parcerias que unem o virtual e o físico, também conhecido como phygital. Dentro do Gênesis, será possível, por exemplo, comprar uma roupa (NFT) para o seu avatar e receber a mesma roupa na sua casa ou desconto na loja física, ou até mesmo, alugar e comprar unidades comerciais para ter interações com pessoas que não poderiam acessar de forma presencial o escritório físico.

Vale destacar que toda a riqueza de detalhes do Myland foi conquistada por conta das tecnologias empregadas, como o software 3Ds Studio Max da Autodesk, um programa tridimensional, muito usado em produções de filmes, animações e na criação de mundos virtuais, como esse idealizado pela Mint Studios.

Além disso, será construído no empreendimento um marketplace voltado à Web3, onde artistas, desenvolvedores e investidores poderão ofertar serviços e produtos ou contratar empresas e profissionais. “Todas estas experiências enriquecem o projeto e tornam ainda mais mensurável seu caráter inovador. Queremos desmistificar a ideia de que ter algo no metaverso significa viver 24 horas em um mundo virtual”, esclarecem os sócios.

Para o design das três torres, a Mint Studios firmou parceria com a FGMF, um dos maiores escritórios de arquitetura do Brasil, voltado para a criação de espaços contemporâneos, com diversos prêmios nacionais e internacionais conquistados. É a primeira vez que um escritório de arquitetura desse porte cria um projeto completamente surpreendente e autêntico, exclusivamente para o metaverso.

Dentro do Gênesis, serão criados distritos (os bairros no mundo real), que estarão ligados a temas como moda, música, mercado imobiliário, design, educação etc. Segundo os sócios da Mint Studios, a ideia é que os interesses acabem convergindo em algum momento, sobretudo pela característica de ser um local onde é possível fazer todo tipo de negócio utilizando NFTs e criptomoedas, uma vez que o setor imobiliário já é considerado um dos mais promissores no metaverso.

Ao adquirir uma unidade do Gênesis, é possível mobiliá-la, decorá-la, alugá-la, revendê-la, organizar festas ou eventos de trabalho, contratar serviços, entre outras infinitas possibilidades. Para Bartz e Julia, o mercado de NFTs está apenas começando. “A tendência é que iniciativas como estas surjam com força, gerando adoção em massa por meio dos avanços tecnológicos e popularização do metaverso”.

“A Autodesk está sempre comprometida em oferecer experiências e desenvolver ou integrar soluções que vão ajudar o cliente a aproveitar ao máximo a transformação digital e assim levar seus projetos para o próximo nível”, afirma Américo Correa Junior, Gerente do Sucesso do Cliente da Autodesk.

O Empreendimento, em comercialização em breve, é composto de: 03 torres com 80 andares em média, sendo a maior com 456 metros de altura; 10 mil unidades sendo 3.450 unidades residenciais; e 180 mil pedaços de terras virtuais de 64 X 64 metros, distribuídos em um grid com um mapa quadriculado com 424 terreno.

Fonte: TI Inside