falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

Serasa investe em fintechs e oferece ferramentas que podem democratizar acesso ao crédito - Consecti

Serasa investe em fintechs e oferece ferramentas que podem democratizar acesso ao crédito - Consecti

Notícias
28 julho 2022

Serasa investe em fintechs e oferece ferramentas que podem democratizar acesso ao crédito

Com o crescimento do ecossistema de Fintechs no país, a Serasa Experian ouviu o segmento e se transformou para se tornar uma empresa parceira das Fintechs, através de investimentos substanciais neste mercado. De acordo com o diretor de Credit Services, Alex Franco, o processo foi de fora para dentro, focado em sanar os desafios enfrentados por essas startups para desenvolver as melhores soluções e mitigar riscos.

“Primeiro, entendemos que o segmento precisa de parceiros ágeis e com processos simplificados, que também possuam um histórico de confiabilidade, assim como a Serasa Experian. Então, estruturamos uma oferta aderente ao ciclo de negócio e aos diferentes estágios de maturidade das Fintechs e simplificamos nossos processos, para apoiar o crescimento e a evolução das startups. Com mais de 300 fintechs em nossa carteira, reforçamos que a completude do nosso portfólio é de grande valor para o desenvolvimento do setor, contribuindo para a democratização do acesso ao crédito”, declara Alex.

Das 1.300 fintechs existentes no país, 300 já são clientes da Serasa Experian e cerca de 50% das top 100 fintechs brasileiras (segundo Mining Report Distrito, maio/2022) já estão encarteiradas. Desta forma, estas startups contam com toda a expertise em dados e análises da empresa com soluções valiosas e específicas para cada segmento.

A Serasa Experian oferece apoio à jornada do negócio do início ao fim. Com integrações via API e plataformas web, possibilita acesso aos serviços de Análise de Mercado e Geração de Leads; Prevenção à Fraude; Concessão de Crédito; Open Banking; Gestão de Clientes; e Cobrança e Negativação.

“Estamos focados em nos flexibilizarmos para atender diferentes portes de fintechs, até mesmo, mais recentemente, no contexto do Open Banking e do Agronegócio, garantindo que os clientes tenham acesso aos melhores produtos que podem ser oferecidos. O crescimento inorgânico é parte da estratégia da Experian, por isso, estamos sempre buscando novas oportunidades de investimentos, alinhadas ao nosso ambiente de inovação, para ampliar o impacto positivo da companhia no mercado”, complementa Franco.

Como parte da estratégia de expansão no Brasil em mercados de alto valor, a Serasa Experian também investiu em algumas startups, aumentando em 118% o faturamento da área no último ano e batendo a marca de R$ 172 milhões. A empresa comprou a BRScan, startup de verificação pessoal, a agtech Brain AG e a fintech PagueVeloz. Além de realizar aportes na PayHop e na Traive, mira a compra do controle da MOVA por R$ 40 milhões ainda este ano. Tudo foi feito com o apoio da Experian Ventures, o braço de Venture Capital que permite o estudo e conhecimento de mercados nos quais será mais estratégico atuar como catalisador de desenvolvimento.

Fonte: TI Inside