falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

Sem orçamento, MCTI usa inteligência artificial para captar dinheiro - Consecti

Sem orçamento, MCTI usa inteligência artificial para captar dinheiro - Consecti

Notícias
14 fevereiro 2022

Sem orçamento, MCTI usa inteligência artificial para captar dinheiro

Sem sucesso em recursos dentro do governo, sendo a pasta alvo de cortes sucessivos, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações firmou uma parceria com o Laboratório de Aprendizado de Máquina em Finanças e Organizações da Universidade de Brasília (UnB). O objetivo é usar ciência de dados e Inteligência Artificial e criar uma ferramenta que vai facilitar a busca por fontes de financiamento de projetos de C&T fora do Orçamento da União.

A SEFIP/MCTI mantém um Portfólio de Produtos Financeiros (PFF) na internet, que auxilia na identificação e captação de recursos financeiros para projetos de pesquisa, principalmente os desenvolvidos por unidades de pesquisa do MCTI. Hoje, a busca e identificação dessas fontes para atualização do site é feita de foram manual. Com o uso da inteligência artificial, a busca de informações e atualização serão feitas de forma automática.

Outra ideia da ferramenta é identificar os melhores projetos disponíveis para cada fonte de financiamento. O PFF já identificou oportunidades como subvenções e bolsas oferecidas por mais de 100 instituições no mundo todo, tais como Agências de Fomento, Bancos Multilaterais, Conselhos Científicos, Fundações e Fundos Nacionais e Internacionais.

“Nós estamos desenvolvendo com a UnB uma ferramenta para que, usando a IA, nós possamos buscar em tempo real todas essas fontes financeiras, validação dos requisitos desses investidores, adequação dos requisitos dos projetos e resultar em um matchmaking entre fonte de um lado e projeto do outro para ter o financiamento”, afirma o secretário de Estruturas Financeiras e de Projetos do MCTI, Marcelo Meirelles.

Segundo ele, o projeto faz parte de uma iniciativa maior do ministério em mudar a matriz de financiamento dos projetos de ciência e tecnologia no Brasil e usar mais recursos de fontes privadas, como doações e fundos de investimentos. Outras ferramentas para esse fim são a página InvestMCTI, que lista mais de 300 projetos de pesquisa prontos para receber recursos; o portfólio de projetos das unidades vinculadas e a estruturação de fundos de endowment e outras ferramentas para o financiamento de projetos de pesquisa.

A construção do projeto, feita com o Laboratório de Aprendizado de Máquina em Organizações da Universidade de Brasília (LAMFO), será baseada em técnicas de raspagem de dados (web scraping) para captura automatizada de oportunidades de funding, técnicas de inteligência artificial envolvendo aprendizado de máquina, processamento de linguagem natural e aprendizado por reforço. A previsão é que a ferramenta completa esteja disponível até o fim do ano.

Fonte: MCTI