falecom@consecti.org.br
(61) 3142-0555

Sebrae: R$ 1 bilhão para financiar inovação em pequenos negócios - Consecti

Sebrae: R$ 1 bilhão para financiar inovação em pequenos negócios - Consecti

Notícias
12 dezembro 2022

Sebrae: R$ 1 bilhão para financiar inovação em pequenos negócios

Os donos de microempresas e empresas de pequeno porte que desejam inovar em seus negócios podem contar com o apoio do Sebrae e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Por meio da parceria, está sendo disponibilizado R$ 1 bilhão para financiamento de projetos relacionados à inovação, tanto para pequenos negócios mais tradicionais quanto para aqueles que já nascem inovadores, como é o caso de startups e ou empresas de base tecnológica. A expectativa é beneficiar em torno de 6 mil pequenos negócios.

Dados da Pesquisa de Inovação (Pintec) realizada pelo IBGE em 2020 revelam que 66,3 mil pequenos negócios inovaram (ou buscaram inovar) no período 2015-2017. No entanto, apenas 489 receberam crédito público à Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) nesse período, o que representa 0,74%. Entre os principais motivos para o baixo percentual estão a falta de informação, dificuldade para o preenchimento das solicitações de financiamento e ausência de garantias.

O analista de Inovação do Sebrae Nacional Thiago Soares destaca que a iniciativa, chamada de “Crédito Inovação Finep-Sebrae”, oferece todo o apoio ao empreendedor para conseguir os recursos e ainda aplicá-los de maneira eficiente. Além disso, possibilita a concessão de garantia para o crédito, via o Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (FAMPE).  “Além das condições mais vantajosas para a tomada do crédito, tem o Sebrae prestando uma consultoria gratuita que ajuda o dono do pequeno negócio a inscrever o projeto na Finep, de acordo com as especificações necessárias e também com base nas expectativas do agente financeiro credenciado. É uma grande oportunidade para o empreendedor”, ressaltou.

Podem pleitear o crédito as micro e pequenas empresas com faturamento até R$ 4,8 milhões ao ano, sendo que os microempreendedores individuais (MEI) não são elegíveis, tendo em vista que as operações de créditos são em média no valor de R$ 150 mil. Os financiamentos serão operacionalizados por uma rede de mais de 25 agentes financeiros parceiros e que operam em todas as regiões do país.

Thiago explica que a iniciativa considera os projetos de inovação em diferentes áreas do negócio, como marketing, processo, produto, serviço em qualquer área organizacional. “Não precisa ser uma inovação do mercado com o lançamento de algo que ainda não existe.  Se a inovação já existe no mercado, mas é aplicável ao pequeno negócio, tornando-se um diferencial competitivo, isso já é suficiente”, esclarece.

Linhas de financiamento e condições de pagamento

A depender do projeto de inovação, os recursos incluem-se em diferentes linhas de crédito: Inovacred, Inovacred Expresso, Inovacred Conecta, Inovacred 4.0 ou Inovacred Telecom. As taxas de juros variam de TR + 4,2% a TR+4,5% a.a; prazo de carência de 12 a 24 meses e prazo de pagamento de 48 a 132 meses.

Os recursos podem ser utilizados tanto para gastos relativos à aquisição de máquinas e equipamentos, aquisição de software e obras civis, como para compra de insumos para produção de um novo produto ou até mesmo pagamento de equipe especializada, como programadores, engenheiros, entre outros profissionais técnicos.

Como pleitear os recursos

Apenas os donos de microempresas e empresas de pequeno porte podem pleitear os recursos desta iniciativa. Os MEI não podem participar. Não há restrições de tempo de idade da empresa nem de histórico de inovação, à exceção da linha Inovacred Expresso.

O primeiro passo é preencher formulário de interesse na página do “Crédito para Inovar” disponível no link: https://www.sebrae.com.br/creditoparainovar. Depois disso, serão solicitadas informações mais específicas sobre a necessidade do crédito, condições da empresa, entre outras.

Se a proposta atender aos critérios de elegibilidade, como ser microempresa ou empresa de pequeno porte, o empreendedor será contactado por um dos consultores do Sebrae.

Fonte: TI Inside