falecom@consecti.org.br
(61) 3142-0555

Robô traduz para crianças o que é a Inteligência Artificial - Consecti

Notícias
17 dezembro 2021

Robô traduz para crianças o que é a Inteligência Artificial

Para apresentar a Inteligência Artificial (IA) aos “nativos digitais” – que já nasceram imersas no mundo virtual –, a Kunumi, empresa especializada em Inteligência Artificial e a Sapoti Projetos Culturais, produtora carioca voltada para conteúdos na área de educação não formal, se uniram para criar a série animada “Quando a máquina pensa – Ou parece que pensa”, disponível pelas plataformas de streaming do Canal Futura e Globoplay. Os episódios também ganharam tradução em Língua Brasileira de Sinais (Libras), acessíveis pelo canal da Sapoti no YouTube.

Através de uma linguagem lúdica e contemporânea, a animação introduz o universo da Inteligência Artificial a crianças e jovens, além de instigar a reflexão sobre a relação do homem com a máquina e como – e até onde – essa tecnologia pode nos ajudar a construir um mundo melhor e mais inclusivo. Em sete episódios, com cerca de três minutos cada, a série educativa apresenta a história da Inteligência Artificial para crianças a partir de 5 anos. A animação explica, de forma didática, como a Inteligência Artificial é capaz, a partir de programas de computador, de aprender com as experiências, simulando a capacidade humana de raciocinar, planejar e resolver problemas.

Com roteiro de Daniela Chindler e Flavia Rocha, a série é apresentada pela personagem robô que ganhou o nome de C.I.A.T.A., sigla para Central de Inteligência Artificial de Tecnologia Avançada. O nome também é uma homenagem à Hilária Batista de Almeida, a Tia Ciata, cozinheira e mãe de santo brasileira, considerada por muitos como uma das figuras mais influentes para o surgimento do samba carioca. A representatividade feminina reforça o propósito de incentivar o protagonismo das jovens brasileiras nas áreas da ciência e da tecnologia.

Cada episódio aborda um tema diferente, como os games, chatbots, assistentes virtuais, inovações na medicina, no meio ambiente e na área de mobilidade urbana, como os carros automáticos. Segundo Daniela Chindler, diretora da Sapoti e idealizadora do projeto, é importante estimular o pensamento crítico sobre o tema desde a infância, preparando crianças e jovens para as oportunidades e novas profissões que vão surgir, além de estimular uma reflexão sobre a ética da relação homem x máquina.

“Ainda há uma lacuna na educação brasileira e ela poderá ser ainda maior se as tecnologias da informação e a Inteligência Artificial não integrarem os currículos escolares. Queremos contribuir com essa demanda e aproximar as novas gerações do tema, com uma linguagem adequada para crianças e jovens. A ideia é que a série seja usada como recurso didático em sala de aula por escolas públicas e privadas”, ressalta.

Além da série animada, o projeto também desenvolveu materiais didáticos para serem aplicados em sala de aula por professores da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro, em uma ação conjunta com a Parceiros da Educação. A série também está disponível pelo canal da Sapoti no YouTube, com versão em Língua Brasileira de Sinais (Libras). O projeto conta com patrocínio da BRQ, Adam Capital, Nasajon Sistemas, Prévia e JGP por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura, Lei do ISS Carioca, da Prefeitura do Rio de Janeiro.

Fonte: Convergência Digital