falecom@consecti.org.br
(61) 3142-0555

Parceria entre InovaHC, Claro e Embratel vai estrear 5G em centro cirúrgico - Consecti

Parceria entre InovaHC, Claro e Embratel vai estrear 5G em centro cirúrgico - Consecti

Notícias
24 março 2022

Parceria entre InovaHC, Claro e Embratel vai estrear 5G em centro cirúrgico

Um programa de colaboração entre Claro, Embratel e InovaHC, o núcleo de inovação do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HC-FMUSP) vai permitir a entrada do 5G na sala de cirurgia robótica do centro cirúrgico do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp). O projeto inclui a participação estratégica do beOn Claro, hub de inovação da operadora; da Embratel, que irá integrar soluções e habilitar a infraestrutura digital da iniciativa; da Ericsson, que fornecerá todos os equipamentos; e da startup NuT, de Natal (RN), responsável por implementar as técnicas de integração de dados. A estrutura para os primeiros testes já está implantada – o que faz do HC o primeiro hospital público do Brasil a utilizar a tecnologia de quinta geração da internet móvel. A operação deve começar ainda no primeiro semestre deste ano, com a execução de uma prova de conceito (PoC).

Nesta prova, os parceiros vão integrar as informações de monitoramento do paciente cirúrgico em uma base de dados que permita o acompanhamento e avaliação pela equipe médica de forma remota, pelo celular, por exemplo. Esses dados prioritariamente serão vinculados aos equipamentos do chamado carro de anestesia, aparelho onde é feito o monitoramento dos sinais vitais durante a cirurgia. Dessa forma, os agentes poderão fazer a avaliação tecnológica de latência, velocidade, estabilidade, qualidade e segurança, entre outros itens, na transmissão e demonstração dos dados via tecnologia 5G. As informações permanecerão dentro da instituição e serão transmitidas e organizadas em um banco de dados de forma anonimizada, ou seja, sem que possa identificar a que paciente se referem.

Com a chegada da quinta geração da rede de internet móvel no Brasil, o objetivo é desenvolver um ecossistema de inovação para a cocriação de novas soluções em saúde com as tecnologias 5G e IoT (Internet das Coisas). Além da otimização dos centros cirúrgicos, nas próximas etapas da pesquisa, a integração de tecnologias vai possibilitar mais segurança e qualidade às cirurgias e também o desenvolvimento de novos serviços de apoio e educação a distância.

“Para o InovaHC, a colaboração entre o Hospital das Clínicas, Claro e Embratel fortalecerá o ecossistema de inovação, possibilitando os testes de novas tecnologias com potencial de trazer muitos ganhos para a saúde”, comenta Marco Bego, diretor do núcleo de inovação do Hospital das Clínicas.

De acordo com o diretor do beOn Claro, Rodrigo Duclos, toda a dimensão e expertise do Hospital das Clínicas somada às iniciativas do InovaHC, seu hub de inovação, forma o ambiente ideal para fomentar iniciativas inéditas, um dos pilares que tem norteado as ações da Claro, principalmente em relação ao 5G. “Esta parceria vai nos trazer a oportunidade de cocriar e aprimorar aplicações em colaboração com profissionais e pesquisadores que estão entre os mais especializados do País neste segmento aliando o alcance global do beOn Claro nos ecossistemas de inovação aberta”, afirma.

“O intercâmbio de experiências proporcionado pela parceria da Claro e da Embratel com a Ericsson, a NuT e o InovaHC permitirá a criação de soluções disruptivas, a identificação de novos mercados e o fomento da inovação a partir das novas redes, novos sensores e da computação de borda, possibilitando a descoberta de novas oportunidades para suprir as necessidades da área. A Embratel está muito orgulhosa de realizar a integração das soluções utilizadas no projeto, habilitando toda a infraestrutura digital necessária”, destaca Maria Teresa Lima, Diretora-Executiva da Embratel para Governo, lembrando que a rapidez no tráfego de dados e a segurança proporcionadas pelo 5G são fundamentais para garantir a transformação digital na área da saúde.

De acordo com o Vice-presidente de Negócios da Ericsson, Tiago Machado, para oferecer conectividade 5G na sala de cirurgia robótica do centro cirúrgico do Icesp, a Ericsson entrou como parceira no projeto e instalou toda a infraestrutura da rede de alta tecnologia para garantir eficiência e segurança às cirurgias. “O 5G vai transformar a experiência de conectividade móvel como conhecemos, sobretudo na telemedicina e, para a Ericsson, é motivo de muito orgulho poder apoiar nossos clientes e parceiros nessa iniciativa inovadora que permitirá ao maior complexo hospitalar da América Latina iniciar uma jornada em direção ao futuro”, conta Machado.

A chegada do 5G no Brasil representa um avanço tecnológico com impactos em segmentos variados, de governo a empresas passando pela assistência médica. A tecnologia amplia a capacidade de transmissão de dados e reduz o tempo de resposta, o que melhora a qualidade nos atendimentos e é fundamental em processos de saúde, pois vai facilitar a assistência a comunidades remotas que não têm equipamentos e especialistas, a coleta de mais informações dos pacientes com o apoio de sensores e a transmissão de sinais vitais e imagens de pacientes em tempo real, entre outros ganhos.

Para Eduardo Polidoro, diretor de IoT da Claro, o trabalho em parceria com o InovaHC será fundamental para o desenvolvimento de soluções que contribuam de forma efetiva para a evolução do setor, potencializando a atuação da Claro na vertical de Saúde. “As áreas médica e hospitalar estão entre os segmentos que mais podem se beneficiar das vantagens oferecidas pelas tecnologias IoT e 5G, como alta confiabilidade e baixa latência, as oportunidades são infinitas. Esse trabalho em conjunto com o time do HC vai nos ajudar a focar em aplicações que atendam às necessidades reais desses profissionais”, conclui.

Fonte: TI Inside