falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

Missões da Nasa e da Agência Espacial Europeia capturam imagens de erupções solares - Consecti

Missões da Nasa e da Agência Espacial Europeia capturam imagens de erupções solares - Consecti

Notícias
11 março 2022

Missões da Nasa e da Agência Espacial Europeia capturam imagens de erupções solares

O Sol está ficando mais ativo e duas missões solares estão perfeitamente preparadas para captar o espetáculo estelar.

A nave espacial Solar Orbiter, parte de uma missão conjunta entre a Nasa e a Agência Espacial Europeia (ESA), está se preparando para a sua abordagem mais próxima ao Sol até agora, no dia 26 de março.

E até agora a viagem teve tudo menos tédio.

Uma grande erupção solar explodiu em 2 de março. A erupção foi classificada como classe M, o quarto tipo mais forte das cinco categorias que medem a intensidade das erupções solares. Um evento com essa força pode causar breves blecautes de sinal de rádio nos polos e pequenas tempestades de radiação que podem colocar astronautas em perigo, de acordo com a Nasa.

O telescópio Extreme Ultraviolet Imager da Solar Orbiter capturou em vídeo o evento dramático.

 

 

Enquanto isso, a sonda Parker Solar, que se tornou a primeira nave espacial a “tocar o Sol” no final de 2021, sofreu recentemente os extremos de uma grande proeminência solar, quando o Sol libertou toneladas de partículas carregadas na direção da Parker em 15 de fevereiro.

A ESA descreveu proeminências solares como “grandes estruturas de linhas de campo magnético emaranhadas que mantêm concentrações densas de plasma solar suspensas acima da superfície do Sol, às vezes tomando a forma de arcos”.

É o maior evento presenciado pela Parker durante os seus 3,5 anos de voo.

“O choque do evento atingiu a cabeça da sonda Parker Solar, mas a nave espacial foi construída para resistir a atividades como essa para obter dados nas condições mais extremas”, afirmou Nour Raouafi, cientista do projeto para Parker, em declaração. “Com o Sol cada vez mais ativo, estamos ansiosos para ver os dados que a Parker Solar vai recolher ao se aproximar mais”.

Fonte: CNN