falecom@consecti.org.br
(61) 3142-0555

MDIC: "A desindustrialização brasileira é precoce e grave", disse Geraldo Alckmin - Consecti

MDIC: "A desindustrialização brasileira é precoce e grave", disse Geraldo Alckmin - Consecti

Notícias
09 janeiro 2023

MDIC: “A desindustrialização brasileira é precoce e grave”, disse Geraldo Alckmin

O governo Lula retomou o Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços e nomeou o seu vice-presidente, Geraldo Alckimn, para o cargo. Ao assumir a função, nesta quarta-feira, 04/01, Geraldo Alckmin sustentou que é urgente  a reversão da desindustrialização precoce ocorrida no Brasil. “Para cada real produzido pelo setor industrial, a economia ganha 2,43 reais, com um impacto positivo percebido por toda a economia”, afirmou.

Alckmin lembrou que o Brasil reclama uma clara política de competitividade contemporânea e deu dados: de 1980 a 2020, a indústria dos Estados Unidos mais que dobrou, a da China, ficou 47 vezes maior, e o Brasil cresceu apenas 20%, com a indústria de transformação representando apenas 11% do Produto Interno Bruto nacional, apesar de pagar 29% de impostos e investir 69% em pesquisa e desenvolvimento. “O país precisa retomar a agenda do desenvolvimento industrial ou não recuperará o caminho do crescimento sustentável, gerador de emprego e distribuidor de renda”, enfatizou.

Ainda de acordo com o ministro do MDIC, a indústria brasileira precisa retomar o seu protagonismo na economia e a recriação do ministério é fundamental nessa jornada. “Se não fizermos algo agora vamos continuar numa indesejada e cara estagnação”, advertiu. Alckmin foi enfático: “a desindustrialiação brasileira é precoce e grave. Ela joga contra o presente e compromete o futuro do Brasil. Está imposto a elaboração, com urgência, uma política moderna de desenvolvimento industrial”.

O vice-presidente da república e ministro do MDIC assegurou ainda que o novo ministério será orientado para uma economia inclusiva e sustentável e ‘na geração de empregos de qualidade, com carteira assinada e todas as garantias que um trabalhador deve ter.’

Alckmin também declarou que a pasta comandada por ele contará com uma Secretaria de Economia Verde, Descarbonização e Bioindústria, tendo como prioridade o desenvolvimento sustentável. A ideia é trabalhar em conjunto com Marina Silva, do Meio Ambiente, para estar em sintonia com as políticas mundiais e assegurar que os produtos brasileiros terão competitividade no comércio. A posse de Alckmin contou com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. O novo ministro do MDIC fez poucas referências à TICs, mas deixou claro que o Brasil é um exportador de serviços de TI.

Indústria 4.0

O ex-governador do Acre, Jorge Viana, foi nomeado como o novo presidente da Agência Nacional Brasileira de Promoção de Exportação e Investimentos (Apex). O órgão está vinculado ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC), comandado pelo vice-presidente Geraldo Alckmin. E em entrevista, Viana afirmou: “A Apex atrai investimentos para o Brasil e promove os produtos do nosso país no exterior. Além disso, a Agência fortalece as cadeias produtivas. É uma honra fazer parte desse momento histórico do Brasil, de reconstrução daquilo que o Brasil perdeu nos últimos quatro anos”.

Fonte: Convergência Digital