falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

GM investe U$ 35 bilhões em desenvolvimento de carros elétricos e conectados - Consecti

GM investe U$ 35 bilhões em desenvolvimento de carros elétricos e conectados - Consecti

Notícias
29 julho 2022

GM investe U$ 35 bilhões em desenvolvimento de carros elétricos e conectados

As necessidades dos consumidores e de toda sociedade ao redor do mundo estão moldando os investimentos que a General Motors está fazendo para liderar a transformação da mobilidade e enfrentar os principais desafios das mudanças climáticas, dos engarrafamentos e da segurança viária.

De acordo com Shilpan Amin, presidente da GM International, a GM está empenhada em implantar suas tecnologias de zero emissão e tecnologias autônomas globalmente para ajudar a construir um futuro mais sustentável para o planeta.

“Estamos avançando com nosso projeto de um futuro totalmente elétrico e com zero emissão. A GM está se movendo mais rápido do que nunca e estamos totalmente focados em levar nossas tecnologias inovadoras para os consumidores globalmente.”

Dentro dessa linha, a empresa acaba de apresentar em detalhes o design do Chevrolet Blazer EV e ampliar a produção do Chevrolet Bolt EV e do Bolt EUV, que a empresas estima um recorde de vendas do modelo neste ano e no próximo ano.

Nova áreas de negócio

“A Cruise se tornou a primeira empresa de carros autônomos a ser autorizada a cobrar tarifa de consumidores que solicitam uma viagem por aplicativo em veículo sem motorista; e a BrightDrop, uma startup incubada pela GM que oferece um portfólio de soluções para entregas, que vai desde vans até carrinhos de empurrar elétricos, passando por software e serviços. Tudo isso já está transformando a forma como empresas de logística administram suas frotas após pouco mais de um ano de existência.”

O presidente global da GM International diz ainda que a GM está trabalhando com governos, parceiros e até mesmo com indústrias de outros setores em todo o mundo para acelerar o processo de eletrificação em aspectos fundamentais, como a infraestrutura para recarga dos EVs, regulamentações e políticas públicas apropriadas.

Investimentos e parcerias globais

A GM vem mudando o seu escopo de negócio, passando de fabricante de automóveis para uma plataforma de inovações em mobilidade, com o fornecimento também de hardware, software e serviços conectados. Tudo isso se reflete não apenas no portfólio de veículos, mas também na forma como atua com os parceiros de negócio e engajamento com clientes.

Entre essas parcerias está a da GM com a LG. Ambas as empresas estão investindo mais de US$ 7 bilhões para construir quatro fábricas para expandir a capacidade instalada das baterias com a tecnologia Ultium.

A GM e a Honda também anunciaram recentemente planos que expandem a parceria entre as duas empresas. Vão compartilhar tecnologia, design e manufatura para oferecer uma linha mais acessível de veículos elétricos em escala global para mercados como a América do Norte, América do Sul e China.

Eletrificação traz nova perspectiva para a GM na América do Sul

Em junho, a GM anunciou seu plano de eletrificação na América do Sul. O Chevrolet Blazer EV e o Equinox EV já foram confirmados para o mercado brasileiro, assim como o Bolt EUV.

A marca prepara uma novidade antes no Brasil: o novo Bolt EV, que começa a ser entregue aos clientes a partir do terceiro trimestre deste ano com design e conteúdo atualizados. A primeira geração do modelo foi lançada no país em 2019 e marcou o ingresso da empresa no segmento de veículos zero emissão.

Esta nova linha de EVs da Chevrolet é apenas o primeiro passo de uma expansão que tem o propósito de complementar o atual portfólio da marca. Outra parte importante deste plano é continuar reduzindo o nível de emissões e melhorar a eficiência energética dos nossos carros a combustão.

“A eletrificação traz outra perspectiva para a GM na América do Sul, principalmente em função dos veículos, tecnologias e serviços que desenvolvemos globalmente. Estamos avaliando novas oportunidades de negócio na região tendo em vista uma maior diversificação”, diz Santiago Chamorro, presidente da GM América do Sul.

Fonte: TI Inside