falecom@consecti.org.br
(11) 3718-6515 (61) 97400-2446

COP26: Faria diz que 5G pode ajudar meio-ambiente - Consecti

Notícias
16 novembro 2021

COP26: Faria diz que 5G pode ajudar meio-ambiente

Durante a reunião da 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26), realizada em Glasgow, na Escócia, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, procurou fazer um paralelo entre o tema relacionado à sua pasta (5G) e o meio-ambiente. Em um dos paineis realizados na conferência, organizado por entidades brasileiras, Faria disse que as tecnologias de informação e comunicação representam cerca de 3% das emissões de gases do efeito estufa no mundo e que “podem ajudar a reduzir significativamente os outros 97% de emissões”, salientou o ministro, por meio de um consumo menor de combustíveis fosseis.

Um dos compromissos da rede 5G é a cobertura na região amazônica com a rede sub-fluvial, que segundo o ministro Fábio Faria é mais sustentável. “Uma rede típica de telecomunicações na Amazônia, enterrada ou posteada, poderia implicar a destruição de 68 milhões de árvores. O que faremos é lançar uma rede subfluvial, que aportará nas principais comunidades amazônicas, sem derrubar uma única árvore”, assegurou o ministro.

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) cerca de 877 km² da Amazônia Legal estiveram sob alerta de desmatamento em outubro, alta de 5% em relação a 2020 e recorde dos últimos cinco anos.

Ainda durante painel, o ministro reforçou que as aplicações, viabilizadas pelo 5G, possibilitam otimização de processos, reduzindo o consumo de energia e o desperdício de recursos naturais, como a água. Segundo dados apresentados, 10% da energia no Brasil é perdida no processo de transmissão ou distribuição. Com relação aos recursos hídricos, a perda é de 30 a 50% nos países em desenvolvimento.

Aplicações da quinta geração de internet móvel também contribuem para o aumento da produtividade no campo de forma sustentável, acrescentou Faria. “No Brasil já fizemos projetos-piloto com a tecnologia 5G. que permitem a economia de até 95% nos recursos empregados”, observou.

Fonte: Teletime em 16/11/2021