falecom@consecti.org.br
(61) 3142-0555

CES 2023: Empresas vão criar semicondutor que carregue com luz solar - Consecti

CES 2023: Empresas vão criar semicondutor que carregue com luz solar - Consecti

Notícias
09 janeiro 2023

CES 2023: Empresas vão criar semicondutor que carregue com luz solar

A Exeger, fabricante sueca das células solares Powerfoyle, formou uma parceria com a norueguesa Nordic Semiconductor para desenvolver uma tecnologia de carregamento para dispositivos de Internet das Coisas (IoT). A ideia é desenvolver um hardware capaz de fornecer carregamento autônomo para as plataformas de prototipagem Nordic Thingy:52, Thingy:53 e Thingy:91, usadas em projetos de IoT. O anúncio foi feito durante a CES 2023, que ocorre em Las Vegas esta semana.

A linha Thingy:52, Thingy:53 e Thingy:91 está repleta de tecnologia e sensores integrados para movimento, som, luz e fatores ambientais, e a Exeger diz ser a plataforma perfeita para construir provas de conceito e desenvolver protótipos rapidamente. Elas suportam uma ampla variedade de protocolos sem fio, incluindo Bluetooth LE, malha Bluetooth, Thread, Zigbee e o padrão doméstico inteligente, Matter, bem como LTE-M/NB -IoT para conectividade IoT celular.

Já as células fotovoltaicas Powerfoyle da Exeger coletam todas as formas de luz e as convertem em energia elétrica. O Powerfoyle pode ser produzido em qualquer forma e tamanho, podendo ser integrado a qualquer dispositivo eletrônico, segundo a fabricante. As células impressas permitem uma flexibilidade de design sem precedentes para OEMs e OMDs e podem ser incorporadas a produtos de IoT com as mais altas restrições de design, pois cada célula é personalizável de forma exclusiva e adaptável a uma infinidade de fatores de forma de hardware.

No plano das empresas, o complemento Nordic Thingy Powerfoyle também oferecerá suporte a uma integração perfeita com a Nordic nRF Cloud API, permitindo que os dados de carga e bateria sejam retransmitidos sem fio para painéis de produtos e APIs em tempo real.

A disponibilidade de dados em tempo real permitirá um design de consumo de energia adaptável, usando algoritmos previsíveis para determinar maneiras ideais de racionar o uso da bateria e a frequência de comunicação sem fio. Isso pode prolongar a vida útil da bateria, levando a um design de produto mais sustentável e dispensando a necessidade de carregamento convencional ou substituição de bateria dispendiosa.

As empresas acreditam que o a tecnologia esteja disponível para parceiros selecionados no primeiro trimestre de 2023.

Fonte: TI Inside