falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

América Latina perde tempo e fica muito atrasada na adoção do 5G - Consecti

América Latina perde tempo e fica muito atrasada na adoção do 5G - Consecti

Notícias
24 junho 2022

América Latina perde tempo e fica muito atrasada na adoção do 5G

Um novo estudo da Ericssonsobre a telefonia móvel em mais de 100 países mostra o avanço do 5G, especialmente na América do Norte, Europa, China e os países petrolíferos do Oriente Médio, e em especial a disseminação das ofertas de conexões fixas, FWA, com a nova onda tecnológica.
“Um estudo atualizado sobre pacotes de varejo oferecidos por provedores de serviços em todo o mundo mostra que, dos 311 provedores de serviços estudados, 238 tinham uma oferta de FWA, representando uma média de 77% globalmente. A adoção de ofertas de FWA pelos provedores de serviços mais que dobrou nos últimos três anos”, diz o documento.
Segundo a Ericsson, durante os últimos seis meses, o número de provedores de serviços que oferecem serviços 5G FWA aumentou de 57 para 75, representando um crescimento de cerca de 30%. Há crescimento em todas as regiões, com o maior aumento na América do Norte, onde 60% de todos os provedores de serviços pesquisados agora oferecem 5G FWA.
O ritmo de implantação do 5G, no entanto, é desigual. Enquanto estima que até o final de 2022 o planeta vai ultrapassar 1 bilhão de acessos de quinta geração, até aqui apenas 5 milhões dessas conexões em 5G são na América Latina.
“O 5G comercial foi lançado em sete países, e os ensaios estão em andamento em seis outros países. Os provedores de serviços estão acelerando as implantações de 5G em banda média (3,5 GHz) e banda baixa para estimular novas assinaturas 5G. Havia cerca de 5 milhões de acessos 5G no final de 2021, e espera-se uma absorção mais substancial a partir de 2023. Até o final de 2027, o 5G representará 35% das assinaturas móveis”, diz o documento sobre a região.
No caso das conexões fixas, a maioria (79%) das ofertas de FWA ainda é o tradicional ‘best effort’, com planos tarifários baseados em volume (GB por mês). Mas cerca de 20% dos provedores de serviços oferecem planos tarifários baseados em velocidade (também chamados de QoS), um aumento significativo de 13% em outubro de 2021.
“Os provedores de serviços com 5G FWA são mais propensos a ter QoS FWA com ofertas baseadas em velocidade, com 26 de 75 utilizando essa abordagem (35%). As ofertas baseadas em velocidade estão crescendo em todas as regiões, com a região da América do Norte com a maior adoção, com 90% de todas as ofertas baseadas em velocidade.”
Fonte: Convergência Digital