falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

Universidade Estadual do Ceará completa 47 anos - Consecti

Giro nos estados
14 março 2022

Universidade Estadual do Ceará completa 47 anos

A Universidade Estadual do Ceará (Uece) celebrou nesta quinta, 10/03, 47 anos de existência. A Resolução nº 2 do Conselho Diretor, de 5 de março de 1975, foi referendada pelo Decreto nº 11.233, do Governo do Estado do Ceará, em 10 de março de 1975. A então recém-criada Uece teve incorporada ao seu patrimônio das unidades de ensino superior existentes à época, a maioria ainda pertencente à Uece.

Ao longo desses 47 anos de história, a Uece se constituiu como instituição de excelência em ensino, pesquisa e extensão, entregando, ao povo cearense, mais de 72.400 profissionais em diversas áreas do conhecimento na capital e no interior; mais de 5.600 mestres e mais de 740 doutores.

A Universidade tem formação graduada e pós-graduada em sete das oito áreas do conhecimento, e a qualidade das atividades realizadas é um aspecto marcante da Instituição, que, hoje, se consolida como uma grande universidade brasileira.

Com 10 campi, mais de 20.000 estudantes, 74 cursos de graduação, 46 cursos de pós-graduação stricto sensu, 138 laboratórios, 12 centros e faculdades, a Universidade vive um momento de fortalecimento de seu portfólio de inovação. Hoje, são mais de 100 acordos de cooperação, 82 patentes, 32 softwares e 5 marcas. Durante a pandemia da Covid-19, a Uece esteve na vanguarda de pesquisas importantes na área da saúde que repercutirão de forma efetiva para a população, como o ventilador mecânico de baixo custo, o Abanar, e a vacina contra a Covid-19, a 2H120 Defense, ambos em desenvolvimento por pesquisadores da Universidade.

Outra importante conquista para a área da saúde é a construção do Hospital Universitário da Uece, executado por meio da Superintendência de Obras Públicas (SOP). O equipamento será integrado à estrutura de ensino e pesquisa da Universidade, elevando o nível da formação de profissionais de saúde na Instituição a partir de uma grande rede de formação que envolverá capital e interior do Estado. Com mais de 650 leitos, será o maior do Ceará e oferecerá assistência à população nas áreas clínica, cirúrgica, materno-infantil e de terapia intensiva.

A qualidade das ações de ensino, pesquisa e extensão na Uece são atestadas pelos diversos rankings nacionais e internacionais em que a Instituição figura. Segundo a Times Higher Education (THE), a UECE é uma das melhores universidades estaduais do Brasil, uma das melhores da América Latina e do Caribe e uma das melhores universidades jovens do mundo, pelo quarto ano consecutivo.

No ranking de Impacto das Universidades, também da revista THE, que avalia as universidades de acordo com os indicadores de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU), a UECE se destaca no indicador Redução da Desigualdade, que considera informações como o número de alunos que integram a primeira geração da família a ingressar no ensino superior, a existência de política de admissão não discriminatória, assim como de programas de aconselhamento e de apoio a estudantes, a servidores e a professores de grupos sub-representados.

É essa qualidade na formação que, a partir de 2022, será levada a outros lugares. Como parte da Política de Expansão e Interiorização do Ensino Superior do Estado do Ceará, a Uece terá 7 novas ofertas de cursos e 3 novos campi, levando a cultura universitária e os valores que lhe são caros – como democracia liberdade, responsabilidade social, pensamento científico e crítico – à juventude interiorana. Dentro dessa política, 50% das vagas são direcionadas aos alunos egressos da escola pública do estado do Ceará, fortalecendo a inclusão social.

A Uece se consolida, a cada dia, como instituição de ensino pública, gratuita, de qualidade e socialmente referenciada; um verdadeiro patrimônio do povo cearense. Todas as conquistas dessa grande universidade são celebradas com alegria, graças ao trabalho das pessoas que a constituem hoje e dos que fizeram parte de sua história.

Fonte: UECE (adaptada)