falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

UFRR abre seleção de projetos de Extensão voltados para pessoas refugiadas e migrantes - Consecti

UFRR abre seleção de projetos de Extensão voltados para pessoas refugiadas e migrantes - Consecti

Giro nos estados
24 maio 2022

UFRR abre seleção de projetos de Extensão voltados para pessoas refugiadas e migrantes

A Universidade Federal de Roraima (UFRR) por meio da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis e Extensão (PRAE) e em parceria com a Cátedra Sérgio Vieira de Mello, lança edital de seleção de projetos de Extensão interessados em vincular-se ao Programa UFRR ComUNIDADE: pessoas refugiadas e migrantes.

O programa tem o objetivo de estimular práticas educacionais que visem a integração social e espacial de refugiados, solicitantes e migrantes venezuelanos, por meio de ações suportadas por metodologias de intervenção nos domínios da alfabetização e língua, da formação profissional e tecnológica, da saúde e de gênero e ambiental, com vista a minimização da exclusão social de grupos sociais vulneráveis e construção de uma localidade inclusiva, diversa e sustentável.

As inscrições podem ser realizadas até o dia 30 de maio de 2022. As propostas devem ter duração mínima de sete meses de atividades e com vigência até 31 de dezembro de 2022. Serão concedidas 20 bolsas para discentes de graduação da UFRR, no valor de R$ 400,00, com carga horária de 12 horas semanais.

Podem submeter propostas de projetos de Extensão somente servidores efetivos da UFRR. Os projetos de Extensão devem ter como público-alvo prioritário, membros da comunidade externa à UFRR, com foco nas pessoas refugiadas, solicitantes de refúgio e migrantes internacionais de nacionalidade venezuelana nos abrigos da Operação Acolhida.

As propostas devem estar enquadradas nas linhas de Extensão:

– Alfabetização, leitura e escrita – Alfabetização e letramento de crianças, jovens e adultos; formação do leitor e do produtor de textos; incentivo à leitura; literatura; desenvolvimento de metodologias de ensino da leitura e da escrita e sua inclusão nos projetos político-pedagógicos das escolas;

– Desenvolvimento tecnológico – Processos de investigação e produção de novas tecnologias, técnicas, processos produtivos, padrões de consumo e produção (inclusive tecnologias sociais, práticas e protocolos de produção de bens e serviços); serviços tecnológicos; estudos de viabilidade técnica, financeira e econômica; adaptação de tecnologias;

– Educação profissional – Processos de formação técnica profissional, visando a valorização, aperfeiçoamento, promoção do acesso aos direitos trabalhistas e inserção no mercado de trabalho;

– Grupos sociais vulneráveis – Questões de gênero, de etnia, de orientação sexual, de diversidade cultural, de credos religiosos, dentre outros, processos de atenção (educação, saúde, assistência social, etc), de emancipação, de respeito à identidade e inclusão; promoção, defesa e garantia de direitos; desenvolvimento de metodologias de intervenção;

– Línguas Estrangeiras – Processos de ensino/aprendizagem de línguas estrangeiras e sua inclusão nos projetos político-pedagógicos das escolas; desenvolvimento de processos de formação em línguas estrangeiras; literatura; tradução;

– Questões ambientais – Implementação e avaliação de processos de educação ambiental de redução da poluição do ar, águas e solo; discussão da Agenda 21; discussão de impactos ambientais de empreendimentos e de planos básicos ambientais; preservação de recursos naturais e planejamento ambiental; questões florestais; meio ambiente e qualidade de vida; cidadania e meio ambiente;

– Saúde humana – Promoção da saúde das pessoas, famílias e comunidades; humanização dos serviços; prestação de serviços institucionais em ambulatórios, laboratórios, clínicas e hospitais universitários; assistência à saúde de pessoas em serviços especializados de diagnóstico, análises clínicas e tratamento; de psicologia, dentre outras.

O edital do Programa disponível em: https://ufrr.br/prae/editais/category/112-programa-ufrr-comunidade-pessoas-refugiadas-e-migrantes

Fonte: UFRR