falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

Startup de MS projeta e constrói móveis e utensílios com designs únicos com o mínimo de descarte - Consecti

Startup de MS projeta e constrói móveis e utensílios com designs únicos com o mínimo de descarte - Consecti

Giro nos estados
14 abril 2022

Startup de MS projeta e constrói móveis e utensílios com designs únicos com o mínimo de descarte

Projetar e construir mobiliários e utensílios com designs únicos e diferenciados, utilizando ao máximo a matéria prima e consequentemente evitando o desperdício de material, essa é a proposta da Co-Fab, estúdio de arquitetura, design e fabricação digital, localizada em Campo Grande (MS).

A empresa do arquiteto e urbanista Paulo Ricardo Domingos Magalhães é uma das contempladas com recursos do Programa Centelha MS; Programa de apoio ao empreendedorismo inovador do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), por meio de sua financiadora de projetos (Finep), que no Mato Grosso do Sul é coordenado pelo Governo do Estado por meio da Fundect – Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de MS.

De acordo com o empreendedor, a Co-Fab trabalha com máquinas de precisão controladas por computadores que trabalham de forma precisa com materiais como mdf, compensado, pvc expandido, madeira, entre outros.

“Com estas máquinas conseguimos otimizar nossa relação com a matéria prima, reduzindo ao máximo as “sobras” por meio da modelagem em 3D. Além disso, o que viraria lixo acaba se tornando matéria prima para utensílios menores como porta-lápis, chaveiros, molduras, entre outros”, afirma.

A Co-Fab consegue entregar aos clientes peças únicas com designs diferenciados, é o que explica Paulo.

“Muitas vezes o cliente pede para que eu desenhe um móvel com design único para ele, em outros casos, vem com algumas ideias de revistas ou algo do tipo.  A partir daí é feito o projeto do móvel e durante sua confecção é descartado o mínimo possível de material, já que o restante dos cortes acaba se tornando utensílios”, afirma.

Com os recursos do Programa Centelha, Paulo afirma que foi possível finalmente tirar o sonho do campo das ideias e começar a montar o próprio negócio.

“Me formei há pouco em arquitetura e urbanismo e sempre tive a intenção de trabalhar com marcenaria, mas não da forma convencional. Com os recursos do Centelha foi possível a compra das máquinas e demais utensílios para a confecção dos nossos produtos. Também foi de fundamental importância as mentorias oferecidas pela Fundect e Sebrae”, conclui o novo empreendedor.

Aos interessados em conferir as peças únicas desenvolvidas pela Co-Fab, basta acessar o perfil @_cofab no Instagran.  De acordo com Paulo, em breve poderá ser criado um e-commerce para a venda das peças.

Fonte: Fundect