falecom@consecti.org.br
(61) 3142-0555

Sedecti discute possibilidades de parceria com Instituto Eldorado para atender demandas do Amazonas - Consecti

Sedecti discute possibilidades de parceria com Instituto Eldorado para atender demandas do Amazonas - Consecti

Giro nos estados
07 março 2022

Sedecti discute possibilidades de parceria com Instituto Eldorado para atender demandas do Amazonas

Representantes do Instituto de Tecnologia Eldorado realizaram uma visita à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), na manhã desta quinta-feira (03/03), quando foram discutidos vários temas relacionados a soluções de tecnologia e inovação para as demandas do Governo do Estado.

Os executivos foram recebidos pelo titular da Sedecti, Jório Veiga, e pelo chefe do Departamento de Extensão Tecnológica e Inovação (DTI) da Secretaria Executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) da Sedecti, Leonardo Silva.

Entre as várias sugestões destacadas pelo secretário Jório Veiga, esteve a questão da criação de cursos de formação profissional para desenvolvedores de software no Estado do Amazonas.

“Essa é uma área que tem uma demanda considerável aqui no Estado, mas falta mão de obra qualificada. Então, o nosso intuito é de criarmos parcerias que venham contribuir na formação e capacitação desse tipo de profissional (desenvolvedor de software). Desta forma, estaremos criando oportunidade e empregabilidade, não somente para o mercado local, mas, também, para o Brasil e para o mundo”, avaliou Veiga.

Desenvolvimento tecnológico 

O secretário Jório Veiga também ressaltou a importância de soluções que venham atender outras demandas em todo o estado, tais como: a questão das “cidades inteligentes”, principalmente, no que diz respeito ao interior do estado; soluções tecnológicas e inovadoras para o agronegócio, em especial na região sul do Amazonas; o projeto sobre a bolsa de negócios de produtos regionais do Amazonas; a questão do esclarecimento sobre as funcionalidades da “Indústria 4.0”, que vai além da automação; o projeto da Rede Rhisa; além das soluções sustentáveis para a Zona de Desenvolvimento Sustentável (ZDS) Abunã-Madeira.

“Acredito que temos a oportunidade de fazermos algo juntos com o Instituto Eldorado, trazendo soluções inovadoras que tragam melhorias para a qualidade de vida da nossa população no Amazonas. Se podermos concretizar pelo menos uma das várias possibilidades que tratamos hoje aqui, já ficamos satisfeitos com o resultado”, avaliou o secretário.

Eldorado

Na opinião do gerente de Operações da unidade do Instituto Eldorado em Manaus, Álvaro Gonçalves, a reunião com a Sedecti foi muito positiva e que o intuito do encontro foi de poder apresentar o trabalho da organização no Amazonas e no Brasil.

“O Eldorado possui 23 anos de atuação no mercado nacional; e o objetivo dessa reunião foi de mostrar a presença do Instituto aqui em Manaus. Apresentamos nossos projetos que já foram desenvolvidos e a oportunidade que podemos ter junto ao governo e à sociedade, utilizando o nosso conhecimento em tecnologias para melhorar a vida das pessoas da nossa região”, salientou ele.

Para Gonçalves, as possibilidades sugeridas pelo secretário Jório Veiga fazem parte das soluções que precisam ser devolvidas para a sociedade, em razão do valor acumulado durante toda a existência do Instituto.

“O secretário compartilhou várias ideias e oportunidades e nós temos que fazer o ‘dever de casa’ e absorver tudo, porque vemos uma conexão natural com tudo que a gente já faz hoje. Todo o conhecimento que temos, em várias áreas, são importantes para a região como, por exemplo, a formação do profissional local”, avaliou o gerente.

Álvaro disse ainda que saiu da reunião com uma gama de oportunidades que serão estudadas internamente. “Vamos trabalhar nessas oportunidades de interação entre a nossa empresa e o Governo do Estado, por meio da Sedecti”, revelou Gonçalves.

O Instituto

O Instituto Eldorado atua desde 2018 em Manaus nas áreas de software, hardware, microeletrônica, ensaios e testes, educação e consultoria, criando e executando projetos e soluções com foco em tecnologia e inovação. O Instituto conta com quatro unidades distribuídas pelo Brasil, localizadas em Brasília, Campinas, Manaus e Porto Alegre. Além de contribuirmos para a transformação digital das empresas, o Instituto tem como propósito o desenvolvimento do ecossistema tecnológico do País, focando em projetos de Inovação Aberta.

Fonte: SEDECTI AM (adaptado)