falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

Projeto vai levar cultura e inovação para escolas em três cidades fluminenses - Consecti

Projeto vai levar cultura e inovação para escolas em três cidades fluminenses - Consecti

Giro nos estados
19 abril 2022

Projeto vai levar cultura e inovação para escolas em três cidades fluminenses

Projetado para integrar cultura, educação e sustentabilidade em um só lugar, o programa Escolas Criativas chega a mais três cidades fluminenses neste ano: Cantagalo, Duas Barras e Petropólis. O conjunto de ações tem como principal objetivo contribuir para a criação de um ambiente escolar inovador e estimulante para professores e alunos. O projeto é desenvolvido pela produtora Quitanda Soluções Criativas, em parceria com a Enel Brasil e patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro.

Com investimento aproximado de R$ 2.9 milhões, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, o programa busca atender escolas através da criação de novos ambientes de ensino, pesquisa e de criação artística, com a produção e difusão de conteúdos para o desenvolvimento de materiais didático-pedagógicos em diferentes plataformas e suportes.

– As iniciativas culturais da Quitanda, em parceria com a Enel, falam muito da democratização do acesso à cultura que temos promovido nos últimos dois anos. Realizar esta ação conjunta, entre poder público e setor privado, mostra o quanto o estado está fortalecido. Essa é a cara do Rio de Janeiro e da cultura fluminense – ressaltou a Secretária de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Danielle Barros.

Cantagalo, Duas Barras e Petropólis juntam-se, agora, a Niterói e Rio de Janeiro, que já eram atendidas pelo programa. Ao todo, 25 escolas serão contempladas e vão receber as seguintes ações: realização de quatro cursos de audiovisual para estudantes, quatro cursos de fotografia para estudantes, dois cursos para professores e 50 exibições audiovisuais.

De acordo com o diretor de projetos do Escolas Criativas, Mardonio Barros, a ideia nasceu com a proposta de trabalhar os componentes da educação do século 21 no contexto escolar, funcionando como porta de entrada para um universo plural de diversidade e democratização cultural.

– A partir da criação de espaços para exibição de espetáculos e conteúdos audiovisuais, vamos adaptar as escolas atendidas para que os alunos e os professores recebam e promovam a produção cultural. Desta forma, queremos construir uma reflexão pedagógica na rede de como é importante incentivar a cultura, a arte e a inovação, implicando em novas perspectivas na formação desses jovens e na sua atuação ética e sustentável – explicou Mardonio.

Conheça os demais programas e parceiros

O Escolas Criativas soma-se ao Cine+ e ao LAB Cidades Criativas que, juntos, vão atender 13 cidades do Rio de Janeiro. O Cine+ consiste em democratizar a arte a partir da construção de cinco salas cinematográficas em municípios de até 250 mil habitantes. Já o LAB Cidades Criativas promove ações de intervenção urbana e ocupação cultural em praças públicas de cinco cidades fluminenses

O programa Escolas Criativas é uma realização da Quitanda Soluções Criativas, do Instituto BR e da Cinco Elementos Produções com patrocínio da Enel e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, produção executiva da Marco Zero e apoio institucional das prefeituras de Cantagalo, Duas Barras, Petrópolis, Niterói e Rio de Janeiro.

Fonte: Notícias do Estado do RJ