falecom@consecti.org.br
(61) 3142-0555

Polo tecnológico da Fapeal e Centro de Inovação recebem alunos do Ifal de Arapiraca - Consecti

Polo tecnológico da Fapeal e Centro de Inovação recebem alunos do Ifal de Arapiraca - Consecti

Giro nos estados
20 dezembro 2022

Polo tecnológico da Fapeal e Centro de Inovação recebem alunos do Ifal de Arapiraca

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal) abriu suas portas para receber, durante dois dias, os estudantes do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), para uma visita repleta de aprendizagem e didática. Os alunos do curso integrado de Informática do Campus Arapiraca, compareceram à instituição com o objetivo de conhecer o arcabouço tecnológico do órgão, além de se munir dos conhecimentos técnicos.

Segundo o Assessor Executivo de Gestão Interna da Fapeal e Coordenador Administrativo do POP/AL, Georginei Neri, esta visita é importante não só para os alunos, mas principalmente para os colaboradores da Fundação, por permitir essa troca de aprendizagens e conhecimento in loco.

“A gente está passando conhecimento da carreira que eles pretendem atingir, então estamos explicando um pouquinho do nosso ponto de presença, do que a Fapeal faz na área de tecnologia, e do que desenvolve um estado através dessa política de tecnologia. Por isso eles vieram aqui entender esse processo e também absorver um pouco da carreira que eles estão abraçando”, frisou o assessor.

Alunos do Ifal na Presidência da Fapeal
Alunos do Ifal na Presidência da Fapeal

Na primeira parte da visita, os estudantes conheceram as funções e os respectivos trabalhos dos colaboradores da Gerência Executiva de Tecnologia da Informação (GETI) e do Ponto de Presença em Alagoas (POP/AL) da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP). O POP/AL está instalado na Fapeal e prospecta uma série de serviços de conectividade e internet para 38 clientes no estado. O Ponto também se interliga a África e a América do Norte através do link executado pela rede de 10 gigas, o que demonstra o seu potencial de operação.

Em seguida, os alunos passaram por uma etapa de instrução na qual as turmas puderam verificar na prática o funcionamento dos sistemas de conectividade, cabos, fibra óptica, roteadores e chamados de atendimento. Para o professor da disciplina de projeto e infraestrutura de redes de computadores, Alaelson de Castro, a proposta foi justamente essa, de conhecer a infraestrutura da Fapeal e do POP/AL.

“Abre-se assim o leque para eles conhecerem toda a área de TI e desenvolvimento de propostas de trabalho, âmbitos em que a Fapeal e o POP/AL atuam no mercado, para que eles consigam dessa forma saber como ingressar, onde é que se trabalha com quem se trabalha, e estando num ambiente de TI como o que se tem aqui no parque de vocês”, observou Alaelson de Castro.

No segundo momento da visita, a turma contou com um tour personalizado pela Fundação concedido pelo diretor-presidente, Fábio Guedes, que além de conduzi-los pela sede, também apresentou a sala da presidência para os alunos. Ele discutiu a importância da formação tecnológica e científica que o Governo de Alagoas fez questão de manter mesmo durante os períodos de cortes orçamentários. O economista frisou ainda que a área de TI é promissora para os próximos anos, e incentivou os estudantes a progredirem com os estudos acessando a academia.

Alunos do Ifal no CIPT
Alunos do Ifal no CIPT

Após o passeio pela sede da Fundação, o grupo seguiu viagem para o Centro de Inovação do Polo Tecnológico (CIPT), onde concluiu as visitações conhecendo o parque de TI do Jaraguá. O CIPT, que é viabilizado e sistematizado pela Secretaria de Estado da Ciência, da Tecnologia e da Inovação (Secti), foi apresentado aos alunos como uma possibilidade de espaço para estudos, capacitações, trabalhos, eventos e networking, abrindo um novo escopo de operações para o setor tecnológico no estado.

A turma encerrou as atividades conhecendo o espaço de coworking gratuito do centro, passando pelo auditório de eventos, adentrando os laboratórios dos editais ÔxeTech e Mentoring Team, programas da Secti, apoiados pela Fapeal, além de experienciar um diálogo com empresas abrigadas pelo CIPT. A expectativa é fornecer uma devolutiva social de profissionais melhor preparados para o mercado e mais capacitados diante das amplas áreas a seguir.

Fonte: FAPEAL