falecom@consecti.org.br
(61) 3702-1740

Governo de Minas lança projeto Lithium Valley Brazil em Nova Iorque - Consecti

Governo de Minas lança projeto Lithium Valley Brazil em Nova Iorque - Consecti

Giro nos estados
11 maio 2023

Governo de Minas lança projeto Lithium Valley Brazil em Nova Iorque

O Governo de Minas lançou nesta terça-feira, 09/05, em Nova Iorque (EUA), o Lithium Valley Brazil. O projeto econômico-social visa desenvolver cidades do Nordeste e Norte do Estado em torno da cadeia produtiva do lítio, gerando mais empregos e renda para a população de uma das regiões mais pobres de Minas Gerais. O lançamento ocorreu na Nasdaq, maior bolsa de valores do mundo em negócios de tecnologia e inovação, com as presenças do governador de Minas, Romeu Zema, do Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), Fernando Passalio, do diretor-presidente da Agência de Promoção de Investimentos do Governo do Estado de Minas Gerais (Invest Minas), João Paulo Braga e diversas outras autoridades.

O Lithium Valley Brazil é formado pelas regiões Norte e Jequitinhonha/Mucuri do estado, regiões que abrigam a maior reserva nacional de lítio. O mineral é utilizado em diversas aplicações, sendo a mais comum a fabricação de baterias de longa duração, que equipam veículos elétricos e aparelhos eletroeletrônicos. Por isso, será um item bastante demandado nos próximos anos pela indústria em geral.

 

O lítio é um dos elementos essenciais para o processo de transição energética no mundo. O projeto Lithium Valley prevê que a região se torne não só uma fornecedora de matéria-prima, mas também um importante centro de desenvolvimento e fabricação de produtos, de tecnologia e inovação em torno do lítio. Assim, Minas Gerais aumentará a sua contribuição no processo de descarbonização da economia mundial, honrando o compromisso firmado pelo nosso governo, em 2021, quando fomos o primeiro Estado da América Latina e do Caribe a aderir à campanha Race To Zero, para neutralizar nossas emissões de gases de efeito estufa até 2050”, disse Romeu Zema.

Idealizado pela Invest Minas, o Lithium Valley envolve a articulação com diversos órgãos governamentais estaduais e municipais para a formulação de políticas públicas para a atração de empresas e investimentos; qualificação da mão de obra; incentivo à tecnologia e fornecimento da infraestrutura necessária para o crescimento da região.

O projeto busca atrair diversos atores da cadeia produtiva do lítio para uma mesma região, onde será possível extrair, beneficiar e fabricar os produtos que vão abastecer mercados em todo o mundo. Isso trará diversas empresas e empregos de qualidade para a região, transformando a realidade local”, afirma o secretário de Estado, Fernando Passalio.

Vantagens do lítio mineiro

O Brasil está entre os países com maior potencial de extração do lítio, ao lado de Chile, Argentina, Estados Unidos, Canadá e Austrália. No entanto, o Lithium Valley Brazil oferece diversos diferenciais competitivos que potencializam os investimentos.

O lítio encontrado em Minas tem uma pureza alta, ao contrário da maioria dos outros países, o que facilita o uso na fabricação de baterias mais potentes. Além disso, a extração em terras mineiras utiliza menos água que o modelo tradicional, tornando o processo menos nocivo ao meio ambiente.

Estudos do Serviço Geológico Brasileiro (CPRM) indicam também a existência de 45 jazidas no Lithium Valley com grande potencial econômico, o que poderá aumentar em 20 vezes as reservas comprovadas do mineral na região, garantindo o fornecimento da matéria-prima por um longo prazo.

 

“O Lithium Valley tem condições de ser um dos principais polos mundiais de fabricação e de desenvolvimento de tecnologias nesse setor. Estamos prontos para auxiliar os investidores com todas as informações disponíveis para que tragam seus projetos para Minas Gerais e aproveitem essa oportunidade de negócio”, destaca o CEO da Invest Minas, João Paulo Braga. 

Atuação das empresas em Minas

Atualmente, a Companhia Brasileira de Lítio (CBL) está em operação no Vale do Jequitinhonha. Enquanto isso, a Sigma obteve licença operacional dia 31/03 e escoará a primeira leva da produção em maio. Outras empresas, como Latin Resources, Atlas Lithium e Lithium Ionic estão atuando no programa de sondagem. Em Nazareno, cidade na mesorregião do Campo das Vertentes, a empresa AMG também já produz o concentrado de lítio e irá investir em uma planta química para transformar concentrado em carbonato.

Sobre o Estado de Minas Gerais

Minas Gerais é um dos mais importantes estados brasileiros. É o segundo maior em população, com 21 milhões de habitantes, distribuídos em uma área maior que a França ou a Espanha. Também é a terceira maior economia do Brasil, com um PIB de cerca de R$ 927 bilhões (US$ 200 bilhões), em 2022.

Como está no nome, Minas Gerais é o principal estado brasileiro em mineração, abrigando 40% das maiores minas em funcionamento no país, com destaque para as produções de minério de ferro, ouro, bauxita, manganês, estanho, grafite e outros minerais. São mais de 40 minerais diferentes e relevantes para a transição energética.

No Estado estão instaladas as principais marcas globais em mineração, como Anglo American, Acelor Mittal, Kinross, AngloGold Ashanti, Vale, BHP Billiton, Nexa Resources, entre outras.

Minas Gerais também é o maior produtor mundial de nióbio, com a maior mina do mundo, na cidade de Araxá, que concentra 57% das reservas mundiais deste elemento.

Cerca de 99% da energia elétrica consumida em Minas Gerais é proveniente de fontes renováveis, e o Estado lidera a geração por meio de usinas solares fotovoltaicas.

 

O Estado possui também uma localização estratégica e detém as maiores redes ferroviária e rodoviária do Brasil, o que facilita o acesso aos portos do Oceano Atlântico e, consequentemente, aos Estados Unidos, à China e à Europa.

 

Sobre a Invest Minas

Parte integrante do Sistema de Desenvolvimento econômico de Minas Gerais, a Agência de Promoção de Investimentos do Governo do Estado de Minas Gerais é pioneira no Brasil, com quase 55 anos de trabalho ao lado de empresas e empreendedores para promover a atração e facilitação de investimentos, contribuindo para a geração de emprego e renda para os cidadãos do Estado.

 

Atua junto com outros órgãos públicos e empresas para garantir o sucesso de projetos dos mais variados tamanhos e impactos, desde o planejamento até após a entrada em operação, passando pelo auxílio na identificação da melhor localização e pela articulação com autoridades locais.

Desde 2019, a Agência participou da assinatura de compromissos que somam cerca de R$ 280 bilhões em investimentos em Minas Gerais e que impactam em mais de 600 mil empregos.

Fonte: SEDI MG