falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

Fapemig comemora 36 anos e lança Centelha 2 - Consecti

Giro nos estados
27 maio 2022

Fapemig comemora 36 anos e lança Centelha 2

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) lançou, na quarta-feira (18/5), a segunda edição do Programa Centelha MG. Realizado em Belo Horizonte (MG), o evento solene, marcado pela comemoração dos 36 anos da Fapemig, contou também com o lançamento da “Encomenda Tecnológica”, parceria inédita entre a fundação e a Polícia Militar do Estado de Minas Gerais. Estiveram presentes o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações Paulo Alvim, o presidente da Finep general Waldemar Barroso, o subsecretário de Ciência e Tecnologia de Minas Gerais Felipe Attiê, o presidente do Confap, Odia Dellagostin, o presidente do CNPq, Evaldo Vilela, o presidente da Fapemig Paulo Sérgio Beirão e o comandante-geral da PM-MG, Rodrigo Rodrigues.

Capacitar novos empreendedores e colaborar para a criação de novas empresas são os principais objetivos do programa Centelha em Minas Gerais que, em sua segunda edição, investirá R$1,6 milhão. Para o ministro Paulo Alvim, que cumprimentou a Fapemig pelo êxito em seus 36 anos de ações em Minas Gerais, o segundo ciclo do programa no Estado é muito importante uma vez que atende a demandas econômicas e sociais, impactando assim o setor empresarial local.

“O Centelha é um programa fundamental, pois foca nos problemas locais. Junto às instituições que formam o ecossistema de ciência e tecnologia, ou seja, as universidades, os institutos federais e as instituições de ciência e tecnologia. O programa em Minas Gerais, que foi um sucesso em sua primeira versão, deve ser mais um exemplo. Minas precisa disso: crescer via empreendimentos que agreguem conhecimento científico e tecnológico”, completou o ministro Paulo Alvim.

O presidente da Fapemig, Paulo Sérgio Beirão, reforçou a relevância dos 36 anos da fundação em Minas Gerais e reiterou o impacto da segunda edição do Centelha MG, junto ao lançamento da Encomenda Tecnológica. “É notável que a Fapemig transformou o ecossistema de inovação do Estado e hoje temos a capacidade de enfrentar desafios que envolvam a tecnologia e a sociedade. O Centelha chega a sua segunda edição, permitindo que mais ideias inovadoras venham à tona. Já no caso da parceria inédita com a Polícia Militar, ação bastante inovadora, por meio da encomenda tecnológica, estamos colaborando com a segurança pública do Estado, que juntamente com a iniciativa, tem o objetivo de trabalhar com inteligência artificial”, acrescenta o  presidente da Fapemig.

Programa Centelha

Compreendido como uma linha de empreendedorismo em Minas Gerais, o Centelha MG tem o objetivo de promover a inovação, o desenvolvimento de novas tecnologias, a geração de novas empresas e empregos e de ganhos econômicos para o estado. Em sua primeira edição, o programa contemplou 15 projetos das 523 ideias submetidas, totalizando em sua subvenção R$1 milhão. Com propostas provenientes de diversas regiões de Minas Gerais, a criatividade e o ineditismo protagonizaram os protótipos das empresas contratadas. De acordo com o edital, serão aceitas 25 empresas, havendo a possibilidade de mais seuis contratações de empresas situadas nas regiões mineiras ligadas a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), totalizando 31 empresas em 2022.

O programa Centelha é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). É operado pela Fundação Certi e, em Minas, é executado pela Fapemig. Neste ano, acontecerá em todas as unidades federativas do Brasil, com exceção do estado do Acre.

Fonte: SEDE MG