falecom@consecti.org.br
(61) 3142-0555

Empresa de MS investe em software de realidade virtual para auxiliar crianças com autismo - Consecti

Empresa de MS investe em software de realidade virtual para auxiliar crianças com autismo - Consecti

Giro nos estados
07 fevereiro 2022

Empresa de MS investe em software de realidade virtual para auxiliar crianças com autismo

Uma das principais dificuldades das crianças com autismo é o desenvolvimento de habilidades sociais, porém, a facilidade de interação com as novas tecnologias também vem sendo observada neste grupo.

Foi pensando nisto que o administrador e empresário Antônio Almeida, e a psicóloga hospitalar Francyelle Marques de Lima, dedicaram seus estudos para o desenvolvimento de um software de realidade virtual que auxilie essas crianças no processo de desenvolvimento social.

Por meio de um óculos de realidade virtual, o software desenvolvido pela empresa Autismo VR, uma das contempladas pelo Programa Centelha MS por meio da Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul), utiliza-se de uma inteligência artificial que propõe ao usuário as mais diversas situações de convívio social.

“É como um game, no qual o “jogador”, nesse caso o paciente, entra em um jogo completamente imersivo, onde são recriadas de forma muito realistas situações como uma festa, um passeio ao shopping, uma visita à casa de um amigo, entre outras. A inteligência artificial do programa faz indagações ao “jogador” quanto às emoções e sentimentos dos personagens durante estas interações e fornece recompensas conforme o jogador avança nos desafios.

Toda essa lógica possui como base a terapia ABA, método de maior evidência científica no tratamento do autismo. Assim, com a análise destes dados o profissional pode entender melhor as necessidades e o progresso do paciente”, avalia a psicóloga.

De acordo com Antônio, a expectativa é que o software possa ser utilizado por profissionais da área em clínicas, organizações não governamentais, e num futuro próximo, até mesmo pelos pais ou responsáveis por crianças com autismo, visto que o óculos de realidade virtual e o software desenvolvido pela empresa não requerem grande investimento e podem tornar-se ainda mais acessíveis nos próximos meses ou anos.

A empresa conta com um time de desenvolvedores especializados em realidade virtual e o auxílio do Psicólogo especialista em autismo André Borges Varella da Clínica iABA.

Programa Centelha e busca por investidores

O projeto foi um dos contemplados na primeira edição do Programa Centelha MS, uma parceria entre o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação; Finep; e Governo do Estado de Mato Grosso do Sul por meio da Semagro e da Fundect.

Com os recursos não reembolsáveis garantidos com o Centelha, foi possível desenvolver o software e fazer os primeiros experimentos, mas a dupla de empreendedores vai além.

A empresa foi selecionada para participar de feiras de tecnologia e inovação em Dubai em Fevereiro, onde pretende demonstrar o software e atrair investidores para o aperfeiçoamento do programa.

Em Mato Grosso do Sul, a Fundect está com edital aberto para a segunda edição do Programa Centelha. Desta vez, serão cerca de 3 milhões de reais em recursos para transformar até 50 ideias inovadoras em negócios de sucesso. Essa é uma excelente oportunidade para tirar do papel aquele projeto que você considera diferenciado e transformá-lo em um negócio de sucesso.

As inscrições vão até o dia 10 de março e devem ser realizadas por meio do site programacentelha.com.br/ms

Para mais informações sobre a Autism VR entre em contato pelo site: www.autismovr.com.br, instagram: @autismo.vr

telefone:(67) 99865-1336.

Fonte: Fundect MS