falecom@consecti.org.br
(61) 3142-0555

Doutorandas da USP recebem prêmio internacional de pesquisa odontológica - Consecti

Doutorandas da USP recebem prêmio internacional de pesquisa odontológica - Consecti

Giro nos estados
26 setembro 2022

Doutorandas da USP recebem prêmio internacional de pesquisa odontológica

Duas doutorandas do Programa de Ciências Odontológicas Aplicadas da Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo (FOB-USP) foram homenageadas com o “Colgate Research in Prevention Travel Award”. A cerimônia virtual de premiação ocorreu durante o congresso da International Association for Dental Research (IADR).

O prêmio é concedido anualmente a seis alunos de todo o mundo que desenvolvem pesquisas na área de prevenção de doenças bucais. Pela primeira vez, duas pessoas do Brasil – Samanta Mascarenhas Moraes e Tamara Teodoro Araújo – receberam o prêmio simultaneamente.

Os projetos de doutorado foram orientados por Marília Afonso Rabelo Buzalaf, diretora da FOB-USP, e contaram com financiamento da FAPESP (18/18147-1 e (19/08032-5).

A pesquisa de Moraes tem como título “Prevenção e Remineralização de Lesões de Mancha Branca em Ortodontia: 12 meses de Acompanhamento” e avaliou a efetividade do verniz de tetrafluoreto de titânio em comparação com o verniz de fluoreto de sódio – material convencional já usado em consultório odontológico – na prevenção e remineralização de lesões de mancha branca em adolescentes que estão em tratamento ortodôntico com aparelho fixo.

Foram apresentados os resultados parciais de acompanhamento de 12 meses com resultados positivos para os tratamentos com ambos os vernizes fluoretados, sendo que o de tetrafluoreto de titânio apresentou os melhores resultados.

Já o estudo de Araújo, intitulado “Cistatina derivada da cana-de-açúcar (CaneCPI-5) altera o perfil proteômico da película adquirida”, avaliou a incorporação de uma proteína sintetizada a partir da cana com propriedades promissoras contra a cárie e a erosão dentária na película adquirida do esmalte – um filme orgânico formado na superfície dentária. Uma das principais funções dessa película é evitar o contato direto do dente com os ácidos. Foi realizado um estudo com dez participantes.

Fonte: Agência Fapesp com informações da Assessoria de Comunicação do campus da USP em Bauru.