falecom@consecti.org.br
(61) 3142-0555

Centro de Operações do Rio terá datacenter próprio a partir de 2023 - Consecti

Centro de Operações do Rio terá datacenter próprio a partir de 2023 - Consecti

Giro nos estados
17 novembro 2022

Centro de Operações do Rio terá datacenter próprio a partir de 2023

O Centro de Operações da prefeitura do Rio de Janeiro, COR, que reúne 30 secretarias municipais e concessionárias de serviços públicos, vai ganhar um datacenter próprio a partir do próximo ano. A ideia é preservar ainda mais a garantia de disponibilidade de informações e serviços e vem acompanhada de reforço no monitoramento.

“Temos vários sensores, GPS de ônibus, radares, apps parceiros como Waze, que permitem antecipar ocorrências na cidade. E estamos fazendo um datacenter, um novo prédio, com sala segura, que deverá estar pronto em janeiro de 2023. Temos atividade de missão critica, principalmente na confidencialidade, integralidade e disponibilidade, principalmente, uma vez que a gente não pode parar”, afirmou o chefe executivo do COR, Alexandre Cardeman.

Ao participar nesta quarta, 16/11, do Smarter Cities & Digital ID Forum, Cardeman também destacou que a capacidade de monitoramento do Centro será ampliada ao longo do próximo ano. “Hoje são mais de 2 mil câmeras e serão 10 mil, que estão em fase de instalação, com reconhecimento facial, vídeo analítico, leitura de placa, contagem de carros”, disse o chefe do COR.  A nuvem tem papel estratégico para novas aplicações e o COR atua com dois provedores: AWS e Google Cloud.

O COR escapou do ataque hacker sofrido pela prefeitura do Rio em agosto deste 2022, e que deixou cerca de 40 sistemas fora do ar por mais de dois meses.  “O ataque realmente causou muitos problemas e tem a ver com estar planejado, ter todo o diagnóstico, saber quais são os sistemas e dados críticos da prefeitura. Cada área considera seus dados como críticos, mas o gestor precisa da visão da governança e cada vez mais classificar a informação”, disse Cardeman.

Fonte: Convergência Digital