falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

Capacete Elmo: mais de 40 mil vidas salvas graças à inovação cearense - Consecti

Capacete Elmo: mais de 40 mil vidas salvas graças à inovação cearense - Consecti

Giro nos estados
07 abril 2022

Capacete Elmo: mais de 40 mil vidas salvas graças à inovação cearense

Mais de 40 mil vidas salvas com o capacete Elmo em todo o País. Esta é a soma de pessoas beneficiadas com o equipamento de respiração assistida utilizado em pacientes com Covid-19. A criação cearense foi desenvolvida em tempo recorde, graças à articulação e integração da academia, governo e indústria, que trabalharam juntas para garantir o projeto, a prototipação e os testes finais.

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), apoiou a iniciativa através de um aporte financeiro por parte da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap), no valor de R$ 546 mil.

“Além do investimento financeiro, a Funcap foi responsável por coordenar um grupo de perfil técnico e de gestão. Essa parceria entre iniciativa privada, academia e poder público foi fundamental para o êxito da inovação, genuinamente cearense”, destaca o secretário da Secitece, Carlos Décimo.

O grupo conta com a participação de representantes da Secretaria da Saúde do Estado, Escola de Saúde Pública do Ceará, Federação das Indústrias do Ceará (Fiec), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Ceará), Universidade Federal do Ceará (UFC) e Universidade de Fortaleza, além de receber apoio do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar e da Esmaltec.

Entenda o funcionamento

O capacete Elmo foi fundamental para evitar a intubação de pacientes com Covid-19, reduzindo em 60% a necessidade de internações em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Feito com silicone e PVC, o dispositivo oferece oxigênio em alto fluxo para o paciente internado. O equipamento envolve toda a cabeça e é fixado no pescoço em uma base que veda a passagem de ar. Com a aplicação de oxigênio e ar comprimido, o Elmo gera uma pressão positiva (em relação à pressão atmosférica) que ajuda pacientes com dificuldade de oxigenação.

Além do custo inferior em relação aos respiradores mecânicos, o capacete Elmo também garante a maior segurança dos profissionais de saúde: por ser vedado, o equipamento faz com que o gás carbônico não seja expelido no ambiente, reduzindo as chances de contaminação.

Campeão em Inovação

Por seu caráter inovador, a criação cearense foi a campeã do 9º Congresso Nacional de Inovação na Indústria, realizado no último mês de março, em São Paulo. O case de sucesso concorreu com outros 25 projetos, alcançando 60% dos votos.

Os cientistas cearenses que desenvolveram o capacete Elmo receberam, também no mês de março, a Medalha da Abolição. Considerada a principal honraria do Estado, a comenda foi entregue pelo então governador Camilo Santana ao representante do grupo de pesquisadores, o médico pneumointensivista Marcelo Alcântara Holanda, idealizador do Elmo e superintendente da Escola de Saúde Pública do Ceará.

Fonte: SECITECE CE