falecom@consecti.org.br
(61) 3702-1740

BRDE Labs 2023 anuncia as 12 startups premiadas na capacitação em Santa Catarina - Consecti

BRDE Labs 2023 anuncia as 12 startups premiadas na capacitação em Santa Catarina - Consecti

Giro nos estados
01 dezembro 2023

BRDE Labs 2023 anuncia as 12 startups premiadas na capacitação em Santa Catarina

O BRDE Labs, programa de capacitação do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul) realizado em parceria com a ACATE (Associação Catarinense de Tecnologia) em Santa Catarina, anunciou nesta quinta-feira (30/11), as 12 startups premiadas nesta 2° edição. As empresas foram selecionadas por terem o melhor desempenho entre as 100 capacitadas nos últimos seis meses, de junho a novembro de 2023, em todas as seis regiões do estado: Oeste, Serra, Vale do Itajaí, Sul, Norte e Grande Florianópolis. Ao todo, foram R$180 mil reais em prêmios para negócios catarinenses.

Cada uma das seis regiões de Santa Catarina teve duas startups premiadas. O primeiro lugar com R$20 mil e o segundo com R$10 mil, para que os recursos sejam usados no desenvolvimento do modelo de negócio. A avaliação das melhores empresas considera a evolução das startups durante a jornada e a participação nas atividades e entregas do programa. Foram analisados também critérios específicos, como product market fit e grau de inovação, nível de maturidade, perfil dos clientes e análise dos concorrentes, modelo de negócio e modelo comercial e equipe.

No Oeste, as vencedoras foram a Nextransport (1°) e a Automax (2°). Na Serra, Plantcolab (1°) e Hub2us (2°) foram premiadas. No Vale do Itajaí foram a Kaduceu (1°) e a Tinki (2°). Na região Sul, Atualiza Sistemas (1°) e Easy Alert (2°). No Norte o prêmio do BRDE Labs foi para Livon Saúde (1°) e Enterflex (2°). Na Grande Florianópolis, ganharam a Tecpet (1°) e a Bendito (2°).

O BRDE Labs Santa Catarina tem como objetivo apoiar e fortalecer o desenvolvimento de negócios em fase de operação e tração e acelerar o ecossistema de inovação da Região Sul. Na edição de 2023, o programa bateu recorde de inscrições e selecionou ao todo 100 startups para participarem da formação empreendedora, que é dividida em oito módulos que incluem workshops online, acesso a ferramentas, mentorias e outros.

Resultados e encerramento
Annalisa Dal Zotto, diretora da Vertical Finanças da ACATE, disse durante o encerramento que um dos pontos altos do programa foi a expansão para alcançar todas as regiões de Santa Catarina. Foram 100 empresas nas duas edições do programa que começou em 2022, mas com uma melhor distribuição territorial neste ano. No Oeste foram 23 participantes, no Norte 21, na Região Sul 24, no Vale do Itajaí 46, na Serrana foram sete e na Grande Florianópolis 80 participantes. “Agradeço ao BRDE por mais um ano de parceria para desenvolver startups. A ACATE tem o objetivo de apoiar o setor de tecnologia de ponta a ponta”.

O BRDE Labs acontece em todos os estados do Sul do Brasil. Em cada um deles, o banco realiza parcerias com instituições que são referência em inovação para colocar o programa em prática, de acordo com as especificidades socioeconômicas de cada localidade. Mauro Mariani, diretor de acompanhamento e recuperação de créditos do BRDE, conta que em 62 anos de história investiu R$200 bilhões em crédito, o que prova seu compromisso em inovar. “Estar em parceria com a ACATE é muito importante principalmente porque foi um investimento muito grande para que cresça o empreendedorismo no estado. Nós estaremos sempre juntos com quem tem coragem e vontade de investir em Santa Catarina”.

O Secretário do Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação de Santa Catarina, Marcelo Fett, esteve no evento de encerramento do BRDE Labs 2023 e lembrou que cerca de 7% do PIB (Produto Interno Bruto) de Santa Catarina está em Inovação. No Brasil, segundo o secretário, a taxa está na média de 2,5%. “Quando a gente escuta falar em neoindustrialização e em reendustrialização, por trás disso estão empreendedores inovadores que fazem o setor de tecnologia contribuir para o estado e o Brasil terem uma perspectiva de um novo horizonte”.

Sobre o BRDE
O Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul – BRDE foi fundado em 15 de junho de 1961 pelos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, com o objetivo de fazer o Sul do Brasil prosperar. Desde então, o BRDE tem sido um parceiro que apoia e acompanha o desenvolvimento de projetos para aumentar a competitividade de empreendimentos de todos os portes na região, além de ser referência em financiamentos de longo prazo para investimentos, capaz de transformar projetos em realidades.

Sobre a ACATE
A Associação Catarinense de Tecnologia (ACATE) representa os interesses do setor tecnológico catarinense desde 1986. Suas ações buscam aumentar o reconhecimento dessa indústria no estado, país e internacionalmente. A entidade é gestora de iniciativas como a incubadora MIDITEC, o laboratório de inovação aberta LinkLab, as Verticais de Negócios, e a rede de investidores-anjo.