falecom@consecti.org.br
(61) 97400-2446

Aeromot e Diamond Aircraft tratam sobre centro tecnológico de Guaíba em encontro no Piratini - Consecti

Aeromot e Diamond Aircraft tratam sobre centro tecnológico de Guaíba em encontro no Piratini - Consecti

Giro nos estados
26 julho 2022

Aeromot e Diamond Aircraft tratam sobre centro tecnológico de Guaíba em encontro no Piratini

Representantes das empresas Aeromot e Diamond Aircraft apresentaram, em reunião com o governador Ranolfo Vieira Júnior, no último dia 12/7, no Palácio Piratini, detalhes do projeto do centro tecnológico previsto para ser instalado em Guaíba, bem como sobre a linha de aeronaves que poderá ser fabricada sob licença no RS.

No final de junho, o governo do Estado firmou um protocolo de intenções com a Aeromot para viabilizar a instalação do centro tecnológico na Região Metropolitana. A empresa é distribuidora exclusiva da Diamond Aircraft no Brasil, fabricante do segmento de aeronaves bimotoras a pistão, com produção na China, na Áustria e no Canadá.

O governador disse aos executivos que o governo do Estado está empenhando esforços para que a montadora seja fixada no RS. “A nossa equipe de governo está à disposição para o diálogo e para o suporte necessário, atuando de forma intensa para que essa parceria e esse empreendimento se estabeleçam aqui no Rio Grande do Sul. É de total interesse do Estado retomar a vocação para a aviação que já existiu aqui no passado e, com isso, promover emprego, renda e desenvolvimento econômico”, disse Ranolfo.

O projeto

O centro tecnológico aeronáutico será um complexo aeroportuário e industrial concebido para o desenvolvimento de soluções de mobilidade aérea, incluindo pesquisa e desenvolvimento, produção de partes, peças, aeronaves, centro de manutenção e treinamento. O protocolo de intenções assinado em 29 de junho deste ano estabelece que a unidade será instalada no Distrito Industrial de Guaíba, com investimento inicial de cerca de R$ 80 milhões, podendo chegar a R$ 300 milhões nos próximos anos, e geração de 1.300 empregos diretos e indiretos.

Como contrapartida do Estado, o documento estabelece o auxílio nas articulações de demandas com órgãos estaduais e nos processos relativos aos programas de fomento e incentivos geridos pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Proedi e Fundopem).

No RS para discutir os detalhes do acordo para produção sob licença de aeronaves, a comitiva da Diamond Aircraft foi formada pelos CEOs Frank Chen, Frank Zhang e Kevin Sheng. Também participaram da reunião o presidente da Aeromot, Guilherme Cunha, e a CEO da FBR Aviation, Danielle Adornato.

No encontro, o governador foi presenteado com uma miniatura do modelo que será fabricado na montadora de Guaíba. Trata-se de um bimotor a pistão, movido a querosene de aviação, com alto nível de segurança e tecnologia e capacidade para sete passageiros.

De acordo com os executivos, o modelo é compatível com a demanda do mercado brasileiro.  No ano passado, a empresa vendeu 15 unidades, tendo lista de espera para mais de 30 aeronaves do tipo.

Também participaram do encontro os secretários de Desenvolvimento Econômico, Joel Maraschin, e de Logística e Transportes, Luiz Gustavo de Souza.

Sobre a Aeromot

A Aeromot – Aeronaves e Motores S.A. é uma empresa de tecnologia aeronáutica com mais de 50 anos, com matriz em Porto Alegre, e é fornecedora de soluções customizadas para o mercado aeronáutico militar e de segurança pública, com destaque para o fornecimento de aeronaves e sistemas multimissão, além de atuar no setor privado. A empresa desenvolve projetos de integração de sistemas, fabricação de peças e manutenção aeronáutica. Também é responsável exclusiva pela distribuição e pelo centro de serviços autorizados da Diamond Aircraft no Brasil.

Sobre a Diamond Aircraft

A Diamond Aircraft é uma fabricante transnacional de aeronaves, fundada em 1981, na Áustria, e é reconhecida pela segurança de seus modelos a pistão, sendo a líder mundial da categoria e possuindo os menores índices de acidentes, segundo a NTSB  (National Transportation Safety Board), dos EUA. A Diamond já comercializou mais de 5.500 aeronaves em todo o mundo.

Fonte: Notícias do Estado do Rio Grande do Sul