falecom@consecti.org.br
(11) 3718-6515 (61) 97400-2446

Acre certifica mulheres no Curso de Biojóias - Consecti

Giro nos estados
07 dezembro 2021

Acre certifica mulheres no Curso de Biojóias

O Governo do Acre, por meio de parcerias firmadas entre o Instituto de Administração Penitenciária (Iapen), a Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo (SEET), a Secretaria de Estado de Assistência Social, Direitos Humanos e Políticas para Mulheres (SEASDHM), em ação conjunta com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), concluiu na manhã desta segunda-feira, 6, a quinta turma do Curso de Biojóias.

O público-alvo desta turma foi o de mulheres assistidas pela Central de Penas e Medidas Alternativas (Ciap) do Iapen e pelo Centro de Atendimento à Vítima do Ministério Público do Estado do Acre. A ação também faz parte da agenda de 16 dias de ativismo promovida pela SEASDHM.

Foram 20 horas de aulas ministradas a 14 alunas. Esta é a última turma do curso que tem como fundamento a promoção da autonomia econômica com geração de trabalho e renda.

A aluna Janete dos Santos agradeceu pela oportunidade e se disse surpreendida com a mudança de pensamento em relação à reutilização da madeira. “Esse curso foi bem-vindo nas nossas vidas. Nós não esperávamos muito, mas vimos o quanto ele foi importante. Fomos mudando ao vermos o que podíamos fazer com aquelas madeiras. Era madeira velha que nós não dávamos nada por elas e foi como uma mágica, vimos que elas têm valor”, afirmou.

A secretária de estado de  Assistência Social, Direitos Humanos e Políticas para Mulheres, Ana Paula Lima, destacou que a autonomia financeira é muito importante para as mulheres e que traz de volta a autoestima. “Nós sabemos que muitas vezes as mulheres se envolvem em algumas situações não porque querem mas porque são impostas e se sentem impotentes. Neste mês nós temos feito diversas ações e reflexões em relação à mulher”, disse.

A chefe do Departamento de Reintegração Social do Iapen, Liliane Moura, afirmou ser uma grande felicidade concluir a capacitação com 100% de aproveitamento. “Nós sabemos da dificuldade desse público em alcançar o mercado de trabalho tão competitivo. Não basta que o Governo do Estado e o poder público dê oportunidade, eles têm que aproveitar e isso nós vimos aqui”, ressaltou.

Para o secretário de estado de Empreendedorismo e Turismo, Jhon Douglas da Costa, as concludentes terão, enfim, a esperança e a possibilidade de mudar a história de vida. Ele destacou que, até o final de abril, o estado entregará, por meio da  SEET, 12 kits com valores aproximados de R$ 6 mil para que os alunos formados ao longo das cinco turmas possam criar mini oficinas de trabalho na produção de biojóias.

“O nosso papel enquanto estado é fazer com que vocês tenham a capacidade de se desenvolver e tenham independência financeira. Daqui para frente vocês vão ser donas do próprio negócio, afirmou o secretário.

“Cada uma de vocês pertence a minha unidade e eu tenho um carinho ímpar”, disse a juíza de direito da Vara de Execuções de Penas e Medidas Alternativas, Andréa da Silva Brito. Ela afirmou que 1.118 mulheres se encontram atualmente cumprindo pena em regime semiaberto, aberto ou medidas alternativas. Também destacou que as mulheres precisam do apoio do estado e da justiça para que possa haver uma aproximação da justiça criminal com a justiça social.

Fonte: Notícias do Acre (adaptada)