Giro nos Estados

Apresentação do Prêmio Celso Furtado 2012 chega em Rondônia

Os critérios para participação do Prêmio Celso Furtado de Desenvolvimento Regional Edição 2012: homenagem a Rômulo de Almeida serão apresentados na próxima quarta-feira (26), no auditório do Ministério Público Estadual (MPE), a partir das 14:30 hrs. O evento tem como objetivo alavancar candidaturas ao prêmio, que terá contemplações de até R$ 46.500,00 , e garantir igualdade de acesso a todos segmentos da sociedade rondoniense.

Idealizado como uma estratégia para divulgação da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR), o prêmio pretende estimular a produção do conhecimento acadêmico sobre o tema, identificar e incentivar boas práticas territoriais e a implantação de projetos inovadores no território, além de gerar uma ampla visibilidade sobre as ações e conceitos da PNDR. A ideia é envolver o poder público e a sociedade civil organizada no debate sobre a questão regional brasileira.

O prêmio, que em Rondônia é mobilizado pela Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral (Seplan), é uma iniciativa  do Ministério da Integração Nacional (MI) , Centro Internacional Celso Furtado de Políticas para o Desenvolvimento e Fundação Universitária José Bonifácio, e conta com o patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES), Banco do Brasil (BB), Banco da Amazônia,Banco do Nordeste(BNB) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e pequenas Empresas (SEBRAE) e apoio do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) e da Ticket Services Ltda.

Serão premiadas três categorias respectivamente: Produção do Conhecimento Acadêmico, Práticas Exitosas de Produção e Gestão Institucional e Projetos Inovadores para Implantação no Território. Na primeira, o 1º colocado, em nível de Doutorado, receberá o prêmio de R$ R$ 27.900,00 e o segundo R$ 13.950,00.Em nível de Mestrado o 1º colocado receberá R$ 18.600,00 e 2º R$ 9.300,00. Nas categorias II e III o 1º colocado receberá R$ 46.500,00 e o 2º colocado R$ 23.250,00.

Na categoria Produção do Conhecimento Acadêmico serão avaliadas teses e dissertações de mestrado e doutorado na área de desenvolvimento regional. Em Práticas Exitosas de Produção e Gestão Institucional, os relatos de experiências em andamento, com resultados positivos, concretos e implementadas por instituições públicas, privadas ou da sociedade civil, capazes de gerar mudanças estruturais e transformações do território onde está instalado e de seu entorno.

Já em Projetos Inovadores para Implantação no Território, o prêmio focará propostas de projetos com base territorial e aproveitamento da diversidade social, econômica, social, cultural e ambiental, além de comprovado o potencial de transformação da realidade socioeconômica em escala sub-regional ou macrorregional por meio da dinamização econômica e inclusão produtiva.

A segunda edição do Prêmio homenageará Rômulo de Almeida, homem público, professor, parlamentar e empresário que teve importante atuação em prol do desenvolvimento nacional, sobretudo, na preparação das condições de expansão da economia brasileira com a criação da estrutura econômica estatal, possibilitando a passagem da economia do país de agrária à urbano-industrial da atualidade. Professor em diversas instituições de ensino superior no Brasil, Rômulo elegeu-se deputado federal pela Bahiaem 1954, faleceu em 1988 quando ocupava o cargo de diretor de planejamento industrial BNDES

Fonte: SEPLAN-RO

Próximos Eventos