Notícias

USP está entre as 20 escolas com maior visibilidade na internet

A USP está em 20º lugar na listagem de universidades com mais visibilidade na internet, divulgada pela Webmetrics, empresa que analisa o tráfego na rede.

A universidade é a instituição brasileira mais bem colocada no ranking, tendo subido 23 posições desde a última listagem, em julho de 2011.

O ranking é liderado por instituições americanas, que ocupam 18 das 20 primeiras colocações.

Em primeiro lugar, está a Universidade de Harvard, seguida pelo MIT e pela Universidade de Stanford. Além da USP, a única fora dos EUA é a Universidade de Toronto, no Canadá, que ocupa a 17ª colocação.

Entre as brasileiras, outras seis universidades aparecem entre as 200 mais bem colocadas. Depois da USP, vêm UFRGS (na posição 71), Unesp (122), UFSC (129), UFRJ (171), UnB (184) e Unicamp (193).

O resultado mostra um avanço brasileiro na listagem. No último levantamento, somente quatro instituições apareciam entre as 200 primeiras colocações.

METODOLOGIA

O ranking Webmetrics mede a visibilidade das instituições por meio dos resultados obtidos nos principais mecanismos de busca da internet.

O objetivo, no entanto, não é avaliar a qualidade das instituições de ensino, mas somente sua presença na rede.

A quantidade de clicks via links externos, ou seja, indicações de um site para outro site, correspondem a 50% da nota que cada universidade recebe na avaliação.

A outra metade da nota está subdividido em três partes.

A primeira considera o número de páginas da universidade cobertas por mecanismos de busca.

A segunda subdivisão dá conta de avaliar os arquivos que cada instituição fornece para download, como materiais didáticos, fotografias, livros digitais, aulas abertas, cursos e palestras.

Esse tipo de material é comum em sites de universidades americanas e europeias.

No Brasil, as instituições ainda utilizam pouco suas plataformas para disponibilizar material a não alunos, o que prejudica a sua classificação nesse tipo de listagem.

A última parte da avaliação do ranking Webmetrics, chamada “scholar”, agrupa documentos e citações da instituição feitos em sites de perfil acadêmico.

Isso equivaleria as citações de artigos científicos, critério utilizado por rankings universitários consolidados como os britânicos “THE” (Times Higher Education) e “QS”.

Além das citações de artigos, os rankings universitários “tradicionais” também contabilizam dados como publicação científica, quantidade de professores com prêmio Nobel, patentes registradas na instituição e outros.

Para ver a lista completa do Webmetrics, acesse aqui.

Fonte: Jornal Folha de São Paulo

Próximos Eventos