+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

TSE cobra qualidade de conexão às teles e à Anatel

Com as reclamações relatadas por todos os Tribunais Regionais Eleitorais em relação aos contratos firmados com as operadoras de telefonia devido a falhas nos serviços dos links de longa distância e transmissão de dados, a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, convocou, nesta sexta-feira, 28/09, uma reunião em seu gabinete com o presidente da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e representantes da Oi, Telefônica, GVT e Embratel.

À mesa temas relacionados à votação e à apuração dos resultados da eleição do dia 7 de outubro. “Numa eleição informatizada, eventuais falhas podem atrasar ou, de alguma forma, comprometer a celeridade do processo, tanto eleitoral quanto depois da apuração. Por isso eu convoquei tanto a Anatel quanto as operadoras que têm contratos com os TREs para que tomassem consciência e apresentassem um plano de trabalho, o que elas se comprometeram a fazer”, afirmou a ministra.

A precaução, conforme relatou a presidente do TSE, se baseia em falhas que ocorreram recentemente, além de problemas surgidos na ocasião dos registros de candidatura em julho deste ano. “Nossa tentativa é que se previna quanto às eleições, mas considerando os erros que já aconteceram até aqui e que não podem voltar a ocorrer sob pena de responsabilização tanto das operadoras quanto de seus dirigentes”, sustentou a ministra.

Ela destacou ainda que é preciso dar cumprimento aos contratos, uma vez que os responsáveis poderão responder “por tudo o que deixarem de cumprir, omitir e der causa a qualquer dano, tanto específico quanto genérico, para o processo eleitoral”.

De acordo com o presidente da Anatel, João Batista Rezende, a agência vai se reunir novamente com as empresas na proxima semana semana e pedir uma atenção redobrada no dia da eleição. “Nós acreditamos que no dia 7 de outubro não poderá acontecer nenhum imprevisto no processo eleitoral para garantirmos, de fato, uma eleição que seja modelo para o mundo inteiro”, afirmou.

Rezende disse ainda que no dia da eleição haverá um funcionário da Anatel em cada unidade operacional nos Estados à disposição dos TREs para um contato imediato em relação a qualquer ocorrência. Haverá também um representante da agência no TSE durante o horário de votação até o final da apuração dos votos.

Fonte: Agência do TSE

Próximos Eventos