+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

Transição para TV digital poderia ser antecipada em regiões mais avançadas, sugere GSMA

Teoricamente, a transmissão de TV aberta com sinal analógico em 700 MHz será encerrada somente em 2016. Entretanto, se o governo aprovar de fato a destinação dessa faixa para telefonia celular, a GSM Association (GSMA) entende que seria possível antecipar a transição naquelas regiões ou grandes cidades onde a migração para TV digital estiver mais avançada. “A transição poderia ser regionalizada. Mas antes é preciso definir qual será o destino da faixa de 700 MHz”, comenta o diretor da GSMA para o Brasil, Amadeu Castro.

Nos EUA, o desligamento da transmissão de TV analógica foi precedido de um esforço do governo para subsidiar a compra de adaptadores para recepção do sinal digital, pois às vésperas da conclusão da transição muitas residências ainda possuíam televisores incompatíveis. Questionado sobre o risco de o Brasil chegar a 2016 em situação similar, Castro sugeriu que o subsídio ao consumidor poderia ser custeado pelo próprio leilão de 700 MHz, separando para essa finalidade parte da receita arrecadada.

Castro ressaltou, contudo, que ainda aguarda a decisão final do governo brasileiro sobre a destinação da faixa de 700 MHz. Embora haja uma sinalização em favor dos serviços móveis, o martelo ainda não foi batido. “Esperamos que essa decisão chegue no ano que vem”, declarou.

Estudo

A GSMA divulgou nesta sexta-feira, 5, a versão brasileira do seu estudo intitulado “Observatório Móvel”, que consiste em uma fotografia do mercado brasileiro de mobilidade. O Brasil está em quarto lugar no ranking mundial de penetração móvel, com 140% (140 linhas móveis em serviço para cada 100 habitantes), atrás apenas de Rússia, Alemanha e Reino Unido. A projeção da entidade é de que em 2014 haja 135 milhões de terminais de banda larga móvel (3G e 4G) em operação no País. A GSMA calcula que o setor de mobilidade gere um impacto econômico anual da ordem de R$ 90 bilhões no Brasil e comporte cerca de 250 mil postos de trabalho.

Fonte: Teletime

Próximos Eventos