Notícias

TI Maior: Aberta a consulta pública para certificação de tecnologia nacional

O Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI) abriu nesta terça-feira, 21/08, o processo de consulta pública para receber contribuições da sociedade a respeito da metodologia de certificação de software e seus serviços associados. A medida integra o Programa Estratégico de Software e Serviços de Tecnologia da Informação (TI Maior), lançado nesta segunda-feira, 20, pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).A consulta estará disponível pelo período de 30 dias, no site – www.certics.cti.gov.br. Contribuições, dúvidas e informações serão recebidas e respondidas pelo e-mail consulta_publica@certics.cti.gov.br.

A CERTICS é uma certificação que identifica, credencia e diferencia software e seus serviços associados, gerando valor local e competitividade global para o Brasil. Destinada às empresas desenvolvedoras de software e serviços associados, instaladas em território nacional, de diferentes portes, setores e modelos de negócios, a certificação é voluntária e serve de instrumento às que buscam qualificação para preferência em compras públicas e diferenciação no mercado. Essa certificação não se aplica a empresas que somente comercializam software.

O MCTI emite a certificação por meio da Secretaria de Política da Informática (Sepin). Já a avaliação para a obtenção da certificação é realizada pelo CTI – unidade do ministério que atua na pesquisa e no desenvolvimento em tecnologia da informação.

Desenvolvedoras de softwares poderão incrementar oportunidades de conversão de negócios, diante do benefício disponível na legislação, que oferece margem de preferência de compra nos processos licitatórios nacionais. Entidades compradoras governamentais – que adquirem software e serviços associados – e seus compradores terão mais segurança, pois a certificação valida a expertise das empresas desenvolvedoras de software e seus serviços (fornecedores), além de uma visão global da capacidade de fornecimento dessas empresas.

O prazo médio para obter a certificação de cada software e serviço será de 21 dias e dependerá também da disponibilização dos dados da empresa para otimizar o tempo de análise. Para isso, a empresa demonstrará, por meio de evidências, o atendimento de resultados esperados, descritos na metodologia de avaliação, para software e seus serviços associados. A CERTICS terá início em até 90 dias a partir da publicação da portaria assinada pelo MCTI no Diário Oficial da União.

Fonte: Convergência Digital

Próximos Eventos