+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

Software nacional perde de ‘goleada’ para os importados

O mercado de Tecnologia da Infornmação investiu US$ 42,5 bilhões em 2011, sendo US$ 23,01 bilhões em hardware, US$ 13,31 bilhões em serviços e US$ 6,18 bilhões em software, revela estudo da ABES. Na América Latina, o país responde por 52% do mercado.

Os dados fazem parte da pesquisa anual da ABES, divulgada nesta quarta-feira, 01/08, no ABES Conference 2012, na capital paulista. De acordo com o estudo, o mercado brasileiro de software e serviços registrou um crescimento de 14,93% em relação a 2010. Globalmente, o Brasil representa 1,1% do mercado em software e serviços.

O levantamento, por sua vez, constata uma realidade: O software nacional segue perdendo de goleada para os importados, que dominam a preferência do consumidor e representam 78% das compras no segmento. Em função disso, hoje, das 7771 empresas contabilizadas pela ABES na parte de software, 2/3 delas – 5180 – direcionam seus negócios para a comercialização. Apenas 1/3 – pouco mais de 2590 – investem e vivem do desenvolvimento de software.

Em 2011, o Brasil, de acordo com o estudo da ABES, somava 10.302 empresas nos segmentos de serviços, distribuição e desenvolvimento. A maioria – 93,4% são PMEs – 43,8% são microempresas e 49,6% são classificadas como de pequeno porte. As médias e grandes empresas, que respondem pela maior parte do faturamento, respondem, respectivamente, por 5,3% e 1,3%. O que é um motivo de grande preocupação.

“Não temos empresas nacionais de grande porte e as que conseguem despontar acabam sendo compradas. Não temos problemas com a globalização, mas precisamos entender e criar mecanismos para que o grande universo de empresas de micro e pequenas empresas possam vir a mudar de status. Hoje, isso não está sendo possível”, destacou Jorge Sukarie, diretor da ABES.

Fonte: Convergência Digital

Próximos Eventos