Notícias

Sete estados já aceitam desonerar impostos para banda larga

O elemento mais importante para que a Telebrás volte efetivamente à ativa deve ser solucionado em breve. O presidente da estatal, Rogério Santanna, garantiu nesta quarta-feira, 16, que os problemas envolvendo a negociação da cessão das redes das estatais do setor elétrico, incluindo a Petrobras, foram completamente resolvidos. “A metodologia de cálculo e o próprio preço já estão resolvidos”, afirmou.

Com a solução do sistema que irá remunerar as elétricas, Santanna está otimista que o acordo entre as estatais possa ser fechado nos próximos dias, completando a transferência da gestão das redes de fibra para a Telebrás. “Acho que em sete dias, contados de hoje, estará concluído”, calcula.

No momento, a questão a ser superada é burocrática, garante Santanna: as elétricas precissam validar o acordo em reuniões de seus conselhos de administração. A cessão das redes de fibra óptica será feita pelas estatais Eletrobrás, Eletronorte, Eletrosul, Chesf e Petrobras. Com a conclusão da negociação, a Telebrás poderá dar início ao processo de “acender” a rede, ou seja, instalar os equipamentos que permitirão que essa infraestrutura trafegue dados, abrindo caminho para a oferta de Internet dentro do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL).

Fonte: TI Inside de 16/02/2011