+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

Senador propõe que Comissão de Ciência e Tecnologia avalie implementação do 5G

O senador Jean Paul Prates (PT-RN) apresentou nesta quarta-feira, 15, requerimento à Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) do Senado propondo que o colegiado faça uma avaliação das políticas públicas relativas ao 5G no Brasil em 2021. O texto deverá ser aprovado pela comissão nesta quinta, 16.

Prates lembra que o leilão das faixas de frequências para a implementação da tecnologia no Brasil será o maior já realizado no País e um dos maiores para a tecnologia de quinta geração no mundo todo, e lembra que há uma guerra política e tecnológica internacional envolvendo o fornecimento de equipamentos.

“Lembramos que há uma disputa mundial pelo comércio da tecnologia 5G, já que os bloqueios feitos pelos Estados Unidos e por outros países europeus às empresas chinesastêm provocado uma verdadeira corrida para a substituição de tecnologias nessas nações. No Reino Unido, a adesão por antenas e infraestruturas da finlandesa Nokia e da sueca Ericsson tem sido a solução adotada até o momento”, explica Jean Paul Prates no requerimento.Notícias relacionadasAnatel espera mais de R$ 147 bi de investimentos em infraestrutura digital no País Senadores cobram do governo acesso à Internet em escolas públicas 

O parlamentar também destaca os efeitos econômicos que a nova tecnologia promete. Ele cita um estudo feito pelo IDC para o Movimento Brasil Digital (MDB) que mostra que a implantação da tecnologia no Brasil deve gerar cerca de US $ 22,5 bilhões em negócios entre segmento B2B (business to business) até 2024.

“O documento mostra que o 5G deve expandir o mercado de novas tecnologias no Brasil, entre elas destacam-se IoT (internet das coisas), Public Cloud Services, Big Data & Analytics e Security, especialmente a partir de 2022. Já a expectativa para o investimento das empresas fornecedoras de serviço para a implementação da infraestrutura do sistema de conectividade para o 5G deverá ser de US$ 2,5 bilhões, no mesmo período, e US$ 3,9 bilhões até 2025″, destaca o senador.

Mediante este cenário, Prates avalia que é urgente e de extrema relevância que CCT intensifique a análise da implementação do 5G no Brasil, “para avaliar os impactos que esta tecnologia trará ao país e ao povo brasileiro”, finaliza o parlamentar.

Próximos Eventos