+55 (61) 4101-6508 / 4101-6509

Notícias

Secretários de C&T participam de fórum em Brasília

Secretários de ciência e tecnologia de todo o país se reuniram nesta quinta-feira (10), em Brasília (DF), para tratar sobre as principais demandas do segmento. Organizada pelo Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I (Consecti), a reunião contou também com as presenças dos presidentes do CNPq e do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos, Glaucius Oliva e Lucia Melo, respectivamente, entre outras autoridades.

Trata-se do primeiro evento organizado pelo conselho neste ano. A proposta foi integrar os novos gestores, além de discutir e produzir uma pauta a ser entregue ao ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante. “Este nosso encontro acontece num momento muito significativo para o país e para o Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (SNCTI)”, destacou o presidente do Consecti, René Barreira.

A pauta para o ministro não foi finalizada na reunião, mas segundo Barreira, a ideia é produzi-la nos próximos dias para apresentá-la no primeiro fórum nacional, marcado para o final de março. “Todos vocês precisam participar da construção desse documento, mas lembro que esta é uma pauta nacional e não de demandas estaduais”, falou. Também no fórum será realizada a eleição da nova diretoria do conselho.

“O Consecti é fundamental para a consolidação desse sistema e só seremos representativos se mantermos uma interlocução com o MCT, suas agências de fomento, e com outros ministérios como o da Educação e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior”, citou Barreira.

O presidente do CNPq, Glaucius Oliva, também reconheceu a importância da instância para o fortalecimento do setor. “As ações mais impactantes que o MCT, CNPq e Finep têm feito nos últimos anos têm sido as realizadas em parceria com os Estados. Por isso, entendo que temos que empregar todos os esforços possíveis para fortalecer essas parcerias e o Consecti tem papel fundamental nesse cenário”, falou.

O diretor Científico e Tecnológico da Finep, Eugenius Kaszkurewicz, também destacou a importância dos secretários estaduais de C&T para a organização do sistema. “Sem essas parcerias os recursos não chegam até a ponta, onde estão as demandas mais cruciais”, disse. “O Consecti é um espaço de troca de experiências exitosas em CT&I. Para nós é muito importante a municipalização e a interiorização do debate sobre essa temática”, concluiu René Barreira.

Novo cenário
Os novos gestores estaduais de CT&I apresentaram ao longo do dia o cenário atual e as principais perspectivas para os próximos anos. A valorização do ensino, com fortes investimentos desde a educação básica foi o ponto mais citado pelos secretários. A manutenção dos investimentos no segmento também foi defendida pela maioria.

Entre os avanços apresentados, destaque para Rondônia. O secretário adjunto de Planejamento do Estado, Avenilson da Trindade, anunciou que a gerência voltada hoje para C&T será transformada em secretaria. O governo também planeja criar uma fundação de amparo à pesquisa.

“Estamos num momento importante para a região face ao crescimento econômico por conta das usinas. O grande desafio é construir um modelo em que o Estado consiga encontrar um viés para o desenvolvimento sustentável, com forte utilização da ciência e tecnologia, e que garanta inclusão social”, falou.

Ainda de acordo com ele, 1% da receita gerada pelas usinas será destinada para pesquisa e desenvolvimento (P&D) e já está em estudo um projeto que garanta a destinação de parte desses recursos para um fundo de amparo à pesquisa.

Fonte: Gestão C&T de 14/02/2011

Compartilhe:

    Próximos Eventos