Notícias

Secretário Jorge Santana toma posse em Conselho Consultivo do MCT

Solenidade, que acontece em Recife, contribui para potencializar as políticas setoriais para a região Nordeste

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico, da Ciência e Tecnologia e do Turismo (Sedetec), Jorge Santana, toma posse nesta sexta-feira, 17, no Conselho Consultivo da Representação Regional do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) no Nordeste (ReNE).

A solenidade, que acontece em Recife (PE) sob o comando do ministro da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, contribui para continuar potencializando as políticas setoriais do Ministério para a região Nordeste, de acordo com o modelo organizacional e de gestão adequados às diretrizes e orientações estratégicas do próprio MCT e do Governo Federal como um todo.

“O grande papel da ReNE/MCT é o de articular, mobilizar, acompanhar e avaliar as ações do Ministério da Ciência e Tecnologia na região Nordeste”, aponta o secretário Jorge Santana, que atualmente é o diretor regional Nordeste do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti).

Conselho Consultivo

O Conselho Consultivo tem, dentre as suas competências, propor políticas, programas e ações de interesse estratégico, no campo de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) para o desenvolvimento da região Nordeste. As ações devem ser praticadas por agências de fomento nas esferas federais, estaduais e municipais.

Outro papel do Conselho é o de subsidiar o Ministério na identificação de instituições atuantes no campo de CT&I, sediadas na região, com reais potencialidades de participação no Programa de Entidades Associadas às Unidades de Pesquisa do MCT.

É o Conselho que sugere a elaboração e execução de diagnósticos e de estudos prospectivos para subsidiar a formulação de políticas e a definição de estratégias de desenvolvimento regionais, bem como identifica e estimula articulações regionais que visem novas áreas de atuação para o desenvolvimento tecnológico regional, além de propor programas para consolidar os projetos já existentes, potencializando a ação do Ministério na região.
Fonte: Portal Plenário Notícia Agora de 17/12/2010