Notícias

RNP integrará secretarias de C&T

A Rede Nacional de Pesquisa (RNP) e o Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de CT&I (Consecti) implementarão uma rede de gestão de ciência, tecnologia e inovação (CT&I). O objetivo é integrar os institutos do programa nacional de ensino e pesquisa às iniciativas das redes estaduais, com o intuito de ampliar e capilarizar a rede acadêmica nacional.

“A iniciativa irá não só fortalecer as redes existentes, como também estimular a criação de novas”, destacou José Luiz Ribeiro Filho, coordenador da RNP, nesta quinta-feira (10), na reunião nacional do Consecti realizada em Brasília (DF).

Também de acordo com ele, o projeto permitirá a implementação de uma rede de vídeo conferência para as secretarias de C&T, que resultará numa maior integração de todo o território nacional. “Essa conexão irá otimizar o trabalho dos secretários”, completou. Pela parceria, caberá à RNP realizar o planejamento técnico e qualificar os gestores. Já o Consecti fará os investimentos nos equipamentos e terminais e implantará as salas em cada Estado.

Brasil conectado
A RNP interliga todas as sedes das universidades e os laboratórios e institutos de pesquisa públicos, com velocidade que chega a 10 gigabits (Gbps). A iniciativa permite, por exemplo, a realização de videoconferência entre os mais de 57 hospitais universitários e comunicação de voz pela internet, o que confere à rede o posto de primeiro lugar em telemedicina da América Latina. Hoje, mais de 600 instituições de ensino e pesquisa do país estão interligadas.

Segundo o coordenador, a meta para 2011 é ampliar a quantidade de instituições federais de ensino atendidas. Hoje são 288 entidades conectadas e a meta é alcançar 323. “É claro que sabemos que em um ano será muito difícil, já que dependemos de infraestrutura das operadoras”, reconheceu.

A RNP está conectada às redes acadêmicas latino-americana (RedClara), europeia (Géant) e norte-americana (Internet2), além de ter conexão própria com a internet mundial. Ainda de acordo com José Luiz Ribeiro Filho, atualmente a rede está discutindo com a União Europeia um projeto de avaliação técnica e econômica para estabelecer uma conexão entre o Brasil e a África.

Fonte: Gestão C&T de 14/02/2011

Próximos Eventos