+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

Reunião entre governo e sindicato de professores federais é cancelada

Greve já dura mais de um mês e atinge 54 instituições de ensino superior. Paralisação pode atrapalhar calendário do Sisu

A reunião entre o Ministério do Planejamento e o sindicato dos professores das universidades federais marcada para amanhã foi cancelada nesta segunda-feira, segundo informações da Andes. A diretoria recebeu uma ligação cancelando a negociação, mas ainda não foi comunicada oficialmente. O governo havia se comprometido a apresentar uma proposta para o plano de carreira dos docentes.

A greve dos professores de universidade e institutos de educação superior completou um mês no último domingo e atinge 54 das 59 instituições federais. Funcionários também declararam greve na semana passada, o que pode atrapalhar o cronograma do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), pois eles são responsáveis por realizar a matrícula. Na Universidade Federal de Minas (UFMG) o registro de aproximadamente 2800 calouros do segundo semestre foi adiado pela greve.

O sistema abriu inscrições nesta segunda-feira, que vão até a próxima sexta-feira (22). O resultado dos aprovados em primeira chamada será divulgado na segunda-feira (25), e os estudantes terão entre os dias 29 de junho e 2 de julho para efetuar a matrícula. Após este período, o Sisu fará uma nova abertura de vagas remanescentes, e os convocados serão chamados dia 6 de julho.

Nesta segunda-feira, professores e funcionários de escolas federais também entraram em greve. A categoria reivindica, entre outros pontos, a reestruturação das carreiras técnicas e dos docentes, a democratização das relações de trabalho e a aprovação da carga horária de 30 horas para os técnicos administrativos.

Fonte: Ig

Próximos Eventos