Notícias

Raupp defende desenvolvimento sustentável da Amazônia

Ao abrir atividades da SNCT, em Guajará-Mirim (RO), o ministro destacou a necessidade do desenvolvimento aliado à preservação dos recursos naturais.

Ao abrir a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) na cidade de Guajará-Mirim (RO), nesta quarta-feira (24), o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, destacou a importância da Amazônia no contexto dos desafios da ciência brasileira para os tempos atuais.

Raupp apontou o papel da área de auxiliar no desenvolvimento do País, atendendo a requisitos de sustentabilidade, da economia verde e da erradicação da pobreza, temas abordados na nona edição da SNCT, neste ano. Para o ministro, ao reunir esses três elementos numa única via, o País será conduzido, inevitavelmente, para os horizontes do desenvolvimento sustentável – “um modelo de desenvolvimento em que os recursos naturais serão explorados economicamente, mas de uma maneira que sejam permanentemente conservados”.

O ministro ressaltou o valor da ciência para a construção de um modelo de desenvolvimento para a região amazônica. “Nossa proposta é que a Amazônia ofereça meios de geração de trabalho e renda para seus habitantes, ao mesmo tempo que seus recursos naturais sejam preservados permanentemente”, disse.

“A visita é uma oportunidade de ouro, um momento importante para um recado de que a política de ciência e tecnologia não pode ficar parada em Brasília, deve ir aos rincões do País, voltada para as reais necessidades de cada região”, acrescentou o titular do MCTI. “Momento para sublinhar o papel das médias e pequenas empresas, que devem receber o apoio do Estado para poderem caminhar sozinhas.”

O governador Confúcio Moura destacou a presença do ministro e defendeu que o estímulo ao interesse na área deve começar na escola. Além disso, identificou a formação de pesquisadores como caminho para o avanço científico da região. “Devemos lembrar que o estado do Paraná possui um numero maior de mestres e doutores que toda a Amazônia”, comparou.

Sustentabilidade

O presidente em exercício do Conselho Deliberativo do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Rondônia (Sebrae-RO), Cícero Alves Noronha Filho, avaliou que a SNCT será uma excelente ocasião para discutir a importância da sustentabilidade em nível regional, em consonância com as decisões da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

Ele entregou ao ministro uma carta de reivindicações do município com a finalidade de elaborar um projeto de desenvolvimento sustentável para a região. Raupp informou que enviará técnicos de sua pasta para avaliar possibilidades envolvendo créditos de carbono.

O diretor superintendente do Sebrae Rondônia, Pedro Teixeira Chaves, falou sobre os esforços da instituição e do Sistema S como um todo na disseminação do conhecimento. Ele contou que a SNCT em Guajará-Mirim contará com caravanas e a presença de consultores, empreendedores, estudantes e empresários em atividades de clínicas tecnológicas, palestras e um seminário.

A solenidade, na Câmara de Vereadores, teve a presença do prefeito Atalibio José Pegorini e do senador licenciado Valdir Raupp (PMDB), entre outras autoridades locais. Guajará-Mirim, na fronteira entre o Brasil e a Bolívia, teve sua origem na construção da ferrovia Madeira-Mamoré, cujo centenário de inauguração é comemorado neste ano.

Atividades da SNCT

O período oficial da SNCT, em todo o Brasil, encerrou-se no domingo (21), mas algumas cidades ainda realizam eventos até o fim do ano, como é o caso de Guajará-Mirim. As atividades no município prosseguem até sábado (27), e serão direcionadas a empreendedores e microempresas. A programação inclui palestras – em temas como nota fiscal eletrônica, vitrinismo, spread fiscal e inovação -, consultorias tecnológicas, atendimento de diagnóstico empresarial e de inovação nas empresas.

A coordenação do evento na cidade é de responsabilidade do Sebrae, que conta com parceiros como o governo do estado, o Centro Despertar, a prefeitura e associações comerciais.

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é realizada, desde 2004, no mês de outubro, em todo o Brasil. Sua finalidade principal é mobilizar a população, em especial crianças e jovens, sobre temas e atividades de ciência e tecnologia (C&T). A coordenação nacional é de responsabilidade do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), por meio do Departamento de Popularização e Difusão de Ciência e Tecnologia, da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social (Secis).

Fonte: Ascom do MCTI

Próximos Eventos