+55 (61) 9 7400-2446

Destaques

Projeto de lei prevê estímulo a investimentos em startups

Está em tramitação na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei Complementar (PLP) 446/14, que inclui na legislação brasileira a figura do investidor-anjo e das aceleradoras de empresas, para o financiamento de companhias emergentes com alta capacidade de crescimento, as startups.

De acordo com a proposta, investidor-anjo é a pessoa (física ou jurídica) que investe capital próprio, de duração não superior a oito anos, em empresas de capital fechado que se encontram em seus estágios mais iniciais de desenvolvimento, tornando-se sócio minoritário do empreendimento. A corporação beneficiada só poderá ter receita bruta de até R$ 7,2 milhões.

Já as aceleradoras de empresas são empresas que se associam às startups, fornecendo apoio e financiamento com o objetivo de obter lucro. Também estará sujeita aos mesmos benefícios dos investidores-anjos.

Aconselhamento

Caberá ao investidor-anjo, além do provimento de capital, o aconselhamento da nova empresa nas áreas técnica, jurídica e mercadológica. Os investidores-anjos poderão formar uma associação sem fins lucrativos para fornecer financiamento e orientação para companhias nascentes.

As startups terão de adotar, obrigatoriamente, o modelo de sociedade por ações e os investidores-anjo receberão ações ou cotas da emissão primária. O texto da proposta permite, porém, que nos primeiros cinco anos de existência da lei o investimento-anjo e o investimento acelerador de empresas sejam realizados por meio de aquisição de:

– títulos de dívida quirografária (sem lastro em bens e garantias) conversível em cotas ou ações emitidas pela empresa que recebeu investimento;

– de bônus emitido pela empresa investida; e

– de opções de compra de cotas de emissão primária da empresa, caso essa sociedade não seja sociedade anônima.

Autoria

O projeto foi apresentado pelo Centro de Estudos e Debates Estratégicos (Cedes) da Câmara dos Deputados. O texto é fruto de discussão realizada pelo Cedes para melhorar o ambiente de negócios no País, com foco em empresas emergentes, por meio da ampliação do capital empreendedor.

A proposta foi relatada pelo ex-deputado José Humberto, que assina o projeto junto com os demais integrantes do Cedes à época: Félix Mendonça Júnior (PDT-BA), Jaime Martins (PSD-MG), Leopoldo Meyer (PSB-PR) e Ronaldo Benedet (PMDB-SC), e os ex-deputados Mauro Benevides, Dr. Paulo César, José Linhares, Margarida Salomão e Inocêncio Oliveira.

Tanto os investimentos-anjo como as aceleradoras de empresas fazem parte do chamado “capital empreendedor”, termo que engloba formas alternativas, fora do sistema bancário, de financiamento de startups.

Benefícios e fundos

De acordo com o projeto do Cedes, os ganhos de capital gerados pelo investimento-anjo ou investimento acelerador de empresas serão tributados pela alíquota de 2,5%, na hipótese de o lucro corresponder a uma vez e meia o valor investido; e de 5% para a parcela do ganho de capital que ultrapassar o limite anterior. Atualmente, por exemplo, a alíquota de imposto sobre os ganhos de capital para pessoa física é de 15%.

A proposta cria também dois fundos de investimentos (FIP-E e FIQ-FIP-E) que poderão comprar cotas de empresas estimuladas pelos investidores-anjos e aceleradoras de empresas. Os lucros obtidos pelos investidores serão tributados pelo Imposto de Renda, mas pela alíquota de 10%. A menor alíquota hoje para os ganhos obtidos em fundos de investimentos é de 15%.

A alíquota para os fundos será ainda menor, de 5%, para os ganhos de capital obtidos na venda do primeiro lote de ações emitidas pelas empresas investidas.

Tramitação

O projeto será analisado por uma comissão especial de deputados. Se aprovado, segue para exame do Plenário. Para virar lei, ainda precisa passar pelo Senado.

Fonte: TI Inside

Most of the time, the service provider sends voice messages using a list of recipient telephone numbers. The Tohu Harris experiment at No6 didn’t really work; the Storm backrower gave his usual whole hearted display and was one of the best on the field for replica oakleys the Kiwis but got exposed defensive by the slick Australian back line.. Some are NFL players and MMA champs, others have been scrawny high schoolers. Use of steroids greatly increases the risk of muscle tears and tendon injuries. He and his wife Linda live in Pebble Beach, California. Be aware that wetsuits should not be worn inchlorinated pools, so if you are renting, please wear them in open water only. Your subconscious mind is where this automatic reaction is triggered. “When the league started [in 1997], you had players who were professionals overseas,” Voepel says. However, so far as the programs are concerned subscribers to Direct TV have reported that NFL Jerseys Cheap they do have a big advantage over subscribers to Dishnetwork and that is Direct TV s Premier Satellite System Sports Package. Lakers. Subscribe to USA Knockoff Oakleys Sale TODAYAlready a print edition subscriber, but don’t have a login?Activate your http://www.ray-banbaratas.top digital access.Manage your account settings.My AccountLog OutBrowns switch QBs againIt will be another matchup of rookie quarterbacks in Cleveland this weekend with the Browns choosing to pit Cody Kessler against Dak Prescott and the NFC East leading Dallas Cowboys.Kessler missed last weekend’s game, when the Browns droppped to 0 8. Like Toy Story, it stars a group of toys that come to life when no one is around, but the similarities go way beyond that. 12 doesn’t always “guarantee” numerical greatness. OK. The single frequency fish finders will often have a larger cone angle which will let you see a broader area at a more shallow depth. Glucosamine helps the body heal damaged connective tissue and provides relief from the symptoms of osteoarthritis, a condition that causes cartilage degeneration in the hips, knees and elbows over time.. You have the Internet, so you’re probably keenly aware of most every perversion, no matter how much money you would give to forget it all. That makes them just as desperate as the Replica Oakleys Eagles.. And the reason he wanted it is significant he wanted to set an example for the rest of the team by not backing down. There have been similar issues reported in other leagues, such as the National Hockey League and National Basketball Association, but, said Leslie Levy, the lawyer who fought the Raiderettes’ lawsuit, “The NFL is the most blatant and extreme case, as well as being the most profitable of professional sports.

Próximos Eventos