+55 (61) 9 7400-2446

Destaques

Programa oferece apoio técnico a municípios para garantir aprendizado com equidade

Os impactos da pandemia do coronavírus (Covid-19) ainda serão sentidos por muito tempo na educação. Somados à crise econômica, eles colocam as secretarias de educação diante de uma série de dificuldades. Mais do que nunca, é necessário apoio para garantir acesso, permanência e aprendizado com equidade aos estudantes. Esse é justamente o objetivo do programa Melhoria da Educação, realizado pelo Itaú Social, que está com inscrições abertas até o dia 25 de fevereiro, no site da instituição.

O programa criado em 1999 atua por meio de formação de profissionais de educação, iniciando com um processo de planejamento estratégico, para que seja possível identificar as áreas em que são necessárias intervenções. Em 2020, a iniciativa esteve presente em 695 secretarias municipais, com a participação de 9.078 gestores e 3 milhões de estudantes beneficiados.

Para o ciclo 2021-2024, o edital selecionará municípios e iniciativas de colaboração pertencentes a Rede de Colaboração Intermunicipal de Educação (territórios compostos por municípios que atuam de forma coletiva em prol da educação) para participarem dos processos formativos a partir da implementação de tecnologias educacionais, metodologias que auxiliarão a enfrentar os problemas identificados pelo planejamento estratégico. As tecnologias educacionais foram construídas em coautoria com os municípios e territórios que já participaram do programa e estão organizadas nos eixos: Gestão Pedagógica; Planejamento e Gestão Administrativa e Participação, Ações Colaborativas e Controle Social

“O Programa Melhoria da Educação é uma iniciativa que há mais de 20 anos trabalha junto às prefeituras para construir soluções com base nas especificidades de cada município e território em que o município está inserido. Em 2021, está inaugurando uma nova fase com a disponibilização das tecnologias educacionais, que devem ser aplicadas de forma contextualizada em cada território e com impactos relevantes diante dos desafios adicionais trazidos pela pandemia”, destaca a gerente de Implementação do Itaú Social, Tatiana Bello.

Categorias
São duas categorias distintas para participação: municipal e regional. Na categoria municipal, são elegíveis municípios com até 550 mil habitantes, que tenham mais de 10 mil matrículas urbanas no ensino fundamental e Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) abaixo da média nacional ou estadual. Na categoria regional, são elegíveis as 21 iniciativas de colaboração pertencentes à Rede de Colaboração Intermunicipal em Educação, como câmaras técnicas de consórcios, arranjos de desenvolvimento da educação (ADEs), fóruns e colegiados.

Etapas
O processo terá cinco etapas. A primeira será a análise de documentação e atendimento aos critérios de seleção. Na segunda etapa, os municípios e territórios inscritos serão selecionados para participar do encontro Melhoria da Educação, previsto para março. A terceira etapa prevê a seleção de até 25 municípios e até 12 territórios para participação em uma formação online para a elaboração do planejamento estratégico do município e também regionalmente, na categoria regional. Na quarta etapa, serão selecionados os municípios e territórios que realizarão as ações de implementação inicial do Programa, sempre de acordo com o planejamento estratégico elaborado. Por fim, na quinta etapa serão selecionados até dez municípios e até sete territórios para a formalização de parcerias com o Itaú Social para a implementação das tecnologias educacionais, com ações que acontecerão ao longo da gestão em exercício (2021 a 2024).

Mais informações: www.itausocial.org.br/editais

Fonte: Portal Porvir 19/02/2021

Próximos Eventos