+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

Petrobras investirá US$ 5,6 bi na bacia de Campos até 2016

Objetivo da empresa é elevar o índice operacional de produção na bacia de Campos a 90%

A Petrobras vai investir US$ 5,6 bilhões (R$ 11,40 bilhões) até 2016 para elevar a eficiência operacional na bacia de Campos. A gerente-executiva de engenharia de produção da área de Exploração e Produção (E&P), Solange Guedes, explicou que, desse total, US$ 4,6 bilhões são considerados dispêndio e US$ 1 bilhão são considerados investimento e já foram incluídos no Plano de Negócios 2012-2016. “Esse valor [US$ 4,6 bilhões] não entra como investimento, mas como custeio, dentro do plano de custeios da empresa”, afirmou Joelson Falcão, gerente geral da unidade de Operações da Bacia de Campos.

O objetivo da empresa é elevar o índice de eficiência operacional da produção na bacia de Campos para 90%. O índice em 2011 foi de apenas 71%, um dos mais baixos da história. A previsão do índice para este ano é de 74%. Para 2013, a meta é 76%, com elevação gradativa até chegar a 90% em 2016.

“Vamos aplicar recursos suficientes para retomar a patamares históricos de eficiência operacional”, afirmou Solange, durante o detalhamento do Programa de Aumento da Eficiência Operacional na Bacia de Campos (Proef).

A executiva explicou que, se for considerado como um projeto comum, o programa terá uma “receita” de US$ 1,6 bilhão a US$ 3,3 bilhões, a partir da recuperação da operação, dependendo do sucesso da medida.

A bacia de Campos responde por quase 80% da produção da Petrobras.

O Proef será aplicado em 31 campos, que produzem 450 mil barris de petróleo por dia, o equivalente a aproximadamente um quarto da produção total da companhia no Brasil.

Entre os campos contemplados no programa, estão os gigantes Marlim e Albacora.

Segundo a gerente-executiva, o objetivo é reduzir o impacto e a intensidade da queda de produção de campos maduros de petróleo na Bacia de Campos.

Fonte: Ig

Próximos Eventos