+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

Petrobras desenvolve, em casa, supercomputador mais veloz do país

O Centro de Processamento de Dados (CPD) da Petrobras colocou em operação um supercomputador para aumentar em dez vezes a sua capacidade de processamento pesquisas de prospecção de petróleo e gás. Chamado de Grifo04, o supercomputador tem capacidade de processamento de 1 petaflop — ou 1 quatrilhão de operações matemáticas por segundo, o equivalente ao poder de 5 milhões de computadores domésticos.

O projeto foi desenvolvido pela equipe interna da Petrobras e custou à estatal investimento de R$ 15 milhões — valor bastante inferior ao custo médio para se adquirir tecnologia semelhante no mercado, que é de R$ 180 milhões.

O supercomputador da Petrobras é o primeiro a bater a marca do petaflop no Brasil, deixando para trás o Tupã, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que começou a funcionar em janeiro e tem capacidade para processar 258 trilhões de cálculos por segundo (258 teraflops).

No mundo, o supercomputador mais potente é o Fujitsu K, localizado no Riken Advanced Institute for Computational Science, no Japão. Ele tem capacidade de processamento de 8,16 petaflops (8,2 quatrilhões de cálculos por segundo). Cinco dos dez supercomputadores mais velozes do mundo possuem uma capacidade semelhante ao da Petrobras, de 1 petaflop.

Fonte: Valor On Line

Próximos Eventos