Notícias

Parceria entre Porto Digital e poder público tem foco nas cidades ecointeligentes

O Núcleo de Gestão do Porto Digital (NGPD), junto com o governo estadual de Pernambuco, lançou durante a Campus Party Recife, na última semana, um novo desafio para os desenvolvedores de tecnologia da informação e comunicação (TIC). O problema a ser resolvido, por meio de soluções inovadoras, é a sustentabilidade, com propostas para criar cidades ecointeligentes. Entre os prêmios do desafio Cidades Ecointeligentes estão valores em dinheiro e a chance de se tornar uma startup da C.A.I.S do Porto, incubadora do parque tecnológico recifense.
“A sustentabilidade das cidades é um tema que tem preocupado tanto os gestores públicos quanto a população. Por esse motivo, o conceito de cidades ecointeligentes prevê o desenvolvimento de sistemas interconectados e redes colaborativas para tornar processos mais inteligentes, reduzir desperdício, racionalizar a mobilidade, monitorar processos e melhorar a gestão pública”, avalia Francisco Saboya, presidente do Porto Digital.
O desafio Cidades Ecointeligentes visa incentivar os empreendimentos de TIC voltados para a criação de soluções para as questões urbanas contemporâneas. O uso intensivo das novas tecnologias é ideal para a propagação desse conceito, já que os inúmeros usos da tecnologia permitem o desenvolvimento de ideias inovadoras, além de terem a capacidade de renovar e desenvolver estruturas previamente existentes.
As propostas devem abranger umas dessas 12 áreas: gestão e reciclagem de resíduos (lixo); redução de desperdício de água; uso racional de energia; compartilhamento de veículos para melhorar mobilidade urbana; proteção de recursos naturais; gerenciadores de serviços urbanos com inteligência artificial; monitoramento do estado de conservação de bens urbanos e biodiversidade; monitoramento de riscos socioambientais; planejamento urbano equilibrado e soluções para reduzir deslocamentos na cidade; alertas para efeitos de mudanças climáticas; mapeamento do uso do solo e acessibilidade para portadores de necessidades especiais.
Os projetos podem ser apresentados por pessoas físicas ou jurídicas, não importa se brasileiras ou estrangeiras. O objetivo é que sejam apresentados novos produtos ou serviços que solucionem problemas reais relacionados à sustentabilidade das cidades. O prazo final para as inscrições é dia 20 de agosto de 2012.
Para mais informações, acesse o edital.
Sobre o Porto Digital
O Porto Digital é um dos pilares da nova economia do Estado de Pernambuco, com 200 empresas que faturaram uma média de R$ 1 bilhão (2010) e empregam mais de 6.500 pessoas. Sua atuação se dá em atividades altamente intensivas em conhecimento e inovação, que são software e serviços de tecnologias da informação e comunicação e economia criativa, em especial os segmentos de games, multimídia, cine-vídeo-animação, música, design e fotografia, além de propaganda e publicidade.
Considerado uma referência na implementação do modelo da ‘triple helix’, o Porto Digital é fruto de uma ação coordenada entre empresas, governo e academia, que resultou, após 10 anos de sua fundação (2000), num dos principais ambientes de inovação do País.
Fonte: Agência de Comunicação Trama Web

Próximos Eventos