Notícias

Orçamento da Finep é elevado em R$ 2 bilhões

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) receberá um acréscimo de R$ 2 bilhões em seu orçamento para este ano. A medida também faz parte da nova política industrial, batizada de Plano Brasil Maior, anunciada pela presidente Dilma Rousseff na terça-feira, 2.

Os novos recursos são provenientes do Programa de Sustentação do Investimento (PSI 3), gerido pelo BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Social), e serão aplicados na forma de crédito em projetos inovadores de empresas.

O montante será aplicado pela Finep em cerca de 80 projetos de inovação em áreas consideradas prioritárias, como TICs (tecnologia da informação e comunicações), energia, saúde, aeroespacial, novos materiais, defesa, sustentabilidade ambiental e biodiversidade.

A nova concessão de crédito para a empresa de fomento eleva seu orçamento total deste ano para cerca de R$ 8 bilhões, incluindo recursos não-reembolsáveis do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Ciência e Tecnologia (FNDCT), utilizados para apoio à pesquisa em universidades e instituições de ciência e tecnologia.

As taxas dos empréstimos da Finep via PSI 3 serão de 4% a 5% ao ano. Com orçamento total de R$ 75 bilhões, o programa PSI 3 será estendido até dezembro de 2012, de acordo com a nova política industrial.

Para o presidente da FINEP, Glauco Arbix, o expressivo aumento de recursos para a inovação precisa estar colado com o crescimento do padrão de qualidade dos projetos. “Para isso, as análises devem ter foco em pesquisa, desenvolvimento e tecnologia sem perder de vista o componente inovador”, afirmou.

Fonte: TI Inside

Próximos Eventos