Notícias

Novo presidente da Intel Brasil quer acelerar inovação no país

Acelerar o processo de desenvolvimento e inovação no Brasil e expandir a atuação da empresa para além do mercado de PCs, como o de tablets, smartphones e o segmento corporativo, são os principais desafios colocados pelo novo presidente da Intel no país, Fernando Martins.

O executivo ressalta que o foco de investir na inovação foi o que levou a companhia colocá-lo no cargo. Além disso, informa que a estratégia de incentivar o desenvolvimento local de soluções visa todos os mercados emergentes. A primeira medida para alcançar esse objetivo, segundo Martins, será buscar uma aproximação maior com parceiros locais para descobrir as prioridades e demandas do mercado brasileiro e definir o que tem que ser feito nos próximos anos.

“Queremos mostrar que a Intel deixou de ser apenas uma empresa que entrega componentes e se tornou uma companhia que fornece soluções para os diversos mercados”, afirma Martins, citando a compra da McAfee, como exemplo dessa mudança.

Apesar dos planos do executivo, o ingresso da fabricante de chip no mercado de mobilidade vem se demonstrando um enorme desafio, tanto aqui no Brasil como no exterior. Há mais de um ano tentando conquistar espaço no segmento de smartphones e, agora, no de tablet PCs, a empresa ainda não conseguiu marcar presença em nenhum desses dois mercados, onde enfrenta forte concorrência dos processadores com arquitetura ARM.

Outro complicador é que a Intel agora vem enfrentando a disputa de fabricantes de chip com arquitetura ARM no mercado de PCs, onde até agora mantém o domínio absoluto. A investida dos rivais ganhou força depois que o presidente da Microsoft, Steve Ballmer, declarou que a empresa pretende que o Windows 8 suporte a tecnologia ARM. Para o novo presidente da Intel Brasil, toda essa movimentação faz parte de um processo natural de competição e garante que a companhia está pronta para enfrentá-la. “A competição nos motiva a fazer melhor. Mas temos que ter a consciência também que ter uma posição de dominância no mercado não nos garante nada nesta indústria, que é muito dinâmica. Por isso, temos de continuar trabalhando para atender todas as demandas de nossos clientes”, afirma Martins.

Nova geração

Uma das armas que a Intel vai usar para fazer frente a ameaça dos concorrentes é a nova geração de processadores da família Core, composta pelos modelos i3, i5 e i7, anunciada nesta terça-feira, 15. Os novos chips, segundo a empresa, garantem rendimento muito superior aos da linha anterior. Martins informa que eles estarão disponíveis neste trimestre nos PCs da Sony, HP, Dell, LG, Lenovo, Samsung, LG, Itautec, Semp Toshiba, Asus, Positivo, CCE, Megaware e Philco.

Fonte: Teletime