+55 (61) 9 7400-2446

Notícias

Ministros Marcos Pontes e Marcelo Queiroga visitam instalações do Sirius, o acelerador de partículas brasileiro

ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, astronauta Marcos Pontes, e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, visitaram nesta segunda-feira (17), em Campinas (SP), as instalações do Sirius, o acelerador de elétrons brasileiro. Sediado no Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), organização social supervisionada pelo MCTI, o Sirius é a mais complexa infraestrutura científica já construída no país. A visita fez parte da comemoração do ministério ao Dia Internacional da Luz, estabelecido em 16 de maio pela Unesco.

Financiado pelo MCTI, o Sirius possui em seu núcleo um acelerador de elétrons de última geração, que gera um tipo de luz capaz de revelar a microestrutura de materiais orgânicos e inorgânicos, com impacto em pesquisas de diversas áreas, como saúde, agricultura, materiais avançados e defesa. Além da linha de luz Manacá, que já está em uso no Sirius, os ministros visitaram também os outros laboratórios que compõem o CNPEM/MCTI: Laboratório Nacional de Biociências (LNBio); Laboratório Nacional de Biorrenováveis (LNBR); e o Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano).

Ao longo da visita, os ministros conheceram os equipamentos e linhas de pesquisa desenvolvidas pelo CNPEM/MCTI, além de conversarem com pesquisadores, que destacaram como a estrutura do centro pode ser usada na área da saúde. A ideia é que o estudo minucioso dos materiais a nível molecular ajude no desenvolvimento de novos remédios e tratamento de doenças.

O ministro Marcos Pontes ressaltou que, além das descobertas científicas, as pesquisas desenvolvidas no CNPEM se transformam em novos produtos e soluções para o Brasil. “O MCTI é uma ferramenta que está à disposição também para ajudar a saúde. A pandemia mostrou que nós precisamos de união para encontrar soluções. Eu tenho orgulho de ter uma instituição como essa vinculada ao ministério, que, além das aplicações diretas, gera também spinoffs, novas empresas e inovações.

Dia Internacional da Luz

A celebração do Dia Internacional da Luz pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações também contou com a realização do webinário “Luz Nossa de Cada Dia”, com a participação de pesquisadores que demonstraram os estudos mais recentes e a importância da luz para a sociedade moderna. Outro evento foi uma visita guiada com participação do ministro, onde foram apresentados os principais equipamentos que compõem o Sirius e uma conversa com as equipes de cientistas que trabalham em cada um deles. A visita pode ser conferida aqui.

Sirius

O Sirius é a maior e mais complexa infraestrutura científica já construída no País. O equipamento de grande porte usa aceleradores de partículas para produzir um tipo especial de luz, chamada, luz síncrotron. Essa luz é utilizada para investigar a composição e a estrutura da matéria em suas mais variadas formas, com aplicações em praticamente todas as áreas do conhecimento.

O Sirius é uma infraestrutura aberta, à disposição da comunidade científica brasileira e internacional, desenvolvida no CNPEM/MCTI. É financiado com recursos do MCTI e projetado por pesquisadores e engenheiros do CNPEM, em parceria com a indústria nacional.

A infraestrutura permitirá que centenas de pesquisas acadêmicas e industriais sejam realizadas anualmente, por milhares de pesquisadores, contribuindo para a solução de grandes desafios científicos e tecnológicos, como novos medicamentos e tratamentos para doenças, novos fertilizantes, espécies vegetais mais resistentes e adaptáveis e novas tecnologias para agricultura, fontes renováveis de energia, entre muitas outras potenciais aplicações, com fortes impactos econômicos e sociais.

Fonte: MCTI em 18/05/2021

Próximos Eventos