Notícias

Ministro Mercadante empossa novo presidente do CGEE

O cientista social e econômico Mariano Francisco Laplane é o novo presidente do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), associação civil sem fins lucrativos, vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). Ele assume o lugar da ex-presidente do CGEE, Lúcia Carvalho de Pinto Melo. A transmissão do cargo foi realizada hoje (20), em Brasília, pelo ministro Aloizio Mercadante. Laplane assume a direção do Centro com a missão de dar continuidade aos estudos responsáveis por nortear as políticas públicas voltadas para a ciência, tecnologia e inovação (C,T&I).

Mercadante enfatizou a importância do Centro de Gestão para a aplicação das ações da pasta de C&T. Para ele, o CGEE assume o papel importante no sentido de identificar novas oportunidades de investimento para consolidar o Brasil como um país do conhecimento. “O CGEE conseguiu superar as limitações no orçamento e sobreviver a visão neoliberal de que esses tipos de análises eram dispensáveis. Brasil se tornará em breve um grande exportador de petróleo. Hoje, já é um grande exportador de commodities. Nosso desafio é produzir conhecimento. Isso tudo é estratégico”, citou o ministro, referindo-se à importância do CGEE no planejamento das políticas do MCT.

Em seu discurso, o ministro reforçou ainda a necessidade de articular melhor a ciência e a inovação. “Recentemente, subimos 20 posições no ranking de países inovadores. Conseguimos superar inclusive a Índia. Neste sentido, o setor empresarial começa a se mobilizar para promover a inovação em suas empresas. Precisamos ter claramente a visão de que para avançarmos é preciso olharmos atentamente para a inovação”, destacou.

O ministro de C&T lembrou também de alguns estudos em que a participação do CGEE foi estratégica. “Um deles é o estudo sobre a Amazônia Azul. Novas oportunidades de pesquisa no oceano. Precisamos conhecer melhor esse ambiente. A parceira que temos com a Petrobras neste sentido é importante para a aquisição de novos navios de pesquisa. Outro estudo diz respeito à energia atômica, que nos ajudou a identificar a necessidade de construirmos um reator nuclear multipropósito. Precisamos ser mais independentes na produção de radiofármacos”, exemplificou.

Lúcia Melo, ex-presidente do CGEE, despediu-se do cargo, lembrando dos pontos importantes conquistados. “Nosso trabalho se materializou por meio de diversos estudos estratégicos que realizamos. Conseguimos propor uma agenda internacional com parceiras importantes. O CGEE promoveu diversos trabalhos em conjunto com instituições do exterior. Isso foi muito produtivo para o desafio que sempre tivemos de propor ações. Entretanto, acho que o maior legado deixado não são os estudos, mas sim, a credibilidade deixada”, pontuou.

Novo presidente

O novo presidente do CGEE, Mariano Francisco Laplane, em seu discurso, reconheceu a importância do Centro no planejamento das políticas públicas. Ele destacou a necessidade de mais investimentos na área de C,T&I no desenvolvimento do país. “Precisamos promover a ciência com a inclusão social agregada ainda com a inclusão do conhecimento. Nossa maior missão nos próximos anos é articular a ciência com o aumento das condições de vida da população”, disse.

Laplane é graduado em ciências sociais pela Universidade Hebraica de Jerusalém. Possui mestrado em City Planning pela Universidade da Califórnia e doutorado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Tem experiência na área de economia, com ênfase em organização industrial e estudos industriais. Comandou até agora o Instituto de Economia da Unicamp.

O reitor da Unicamp, Fernando Ferreira Costa, esteve presente na cerimônia, assim como secretários e gestores  do MCT e demais autoridades.

Próximos Eventos